Douglas Costa volta aos treinos e pode ser opção contra Bélgica

O meia-atacante Douglas Costa está recuperado de uma lesão na coxa que o tirou das últimas duas partidas da seleção brasileira na Copa do Mundo e pode ser uma importante opção para o jogo das quartas de final contra Bélgica; “O camisa 7 se destacou durante a atividade de finalizações, mostrando movimentação e precisão nos chutes”, informou a CBF

Douglas Costa volta aos treinos e pode ser opção contra Bélgica
Douglas Costa volta aos treinos e pode ser opção contra Bélgica (Foto: REUTERS/Hannah McKay)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

(Reuters) - O meia-atacante Douglas Costa está recuperado de uma lesão na coxa que o tirou das últimas duas partidas da seleção brasileira na Copa do Mundo e pode ser uma importante opção para o jogo das quartas de final contra Bélgica.

O jogador voltou a treinar nesta terça-feira, 10 dias após a lesão na coxa sofrida na partida contra a Costa Rica, em que entrou no segundo tempo e deu mais mobilidade ao time na vitória por 2 x 0.

“O camisa 7 se destacou durante a atividade de finalizações, mostrando movimentação e precisão nos chutes”, informou a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

O trabalho do dia foi direcionado aos atletas que ficaram na reserva ou entraram no decorrer do jogo contra o México, pelas oitavas de final.

“Fizemos um trabalho mais leve para quem está voltando e não participou muito da partida, porque quem não joga também sofre emocionalmente e se desgasta com a viagem. Fizemos uma atividade de perde e pressiona em espaço curto, jogo rápido, e terminamos com finalizações após cruzamentos e em batidas de média distância, dando ação para os zagueiros também”, explicou Matheus Bachi, auxiliar técnico e filho de Tite.

O lateral-esquerdo Marcelo, que ficou de fora das oitavas com dores nas costas, também deve ficar à disposição na sexta-feira.

Os titulares só treinam na quarta-feira feira e na quinta a seleção viaja para Kazan, local do jogo com os belgas.

Por Rodrigo Viga Gaier, no Rio de Janeiro

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247