Dropbox eleva faixa de preço de IPO em US$ 2 por forte demanda

A último grande unicórnio a ser listado em bolsa foi a Snap, dona do Snapchat, cujas ações despencaram desde o IPO em 2017.

Dropbox eleva faixa de preço de IPO em US$ 2 por forte demanda
Dropbox eleva faixa de preço de IPO em US$ 2 por forte demanda
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

(Reuters) - A empresa de armazenamento em nuvem Dropbox elevou nesta quarta-feira a faixa de preço da sua oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) em 2 dólares, com forte demanda de investidores para o primeiro IPO do ano de uma grande empresa de tecnologia, que deve ser precificada na quinta-feira.

A empresa agora espera que a oferta tenha preço de 18 a 20 dólares por ação, ante intervalo anterior de 16 a 18 dólares.

A nova faixa de preço sugere que a empresa fundada por Andrew Houston e Arash Ferdowsi pode ter um valor de mercado de até 8,7 bilhões de dólares e o IPO poderia levantar até 720 milhões de dólares.

“A faixa inicial de preços era bastante conservadora em relação às avaliações de empresas comparáveis, como a Box”, disse Jay Ritter, especialista em IPO.

A último grande unicórnio a ser listado em bolsa foi a Snap, dona do Snapchat, cujas ações despencaram desde o IPO em 2017.

O serviço de streaming de música Spotify, avaliado em cerca de 19 bilhões de dólares, também entrou com pedido de registro na bolsa e fará sua estreia na Bolsa de Nova York em 3 de abril.

O aumento do preço do IPO no Dropbox é um bom sinal para o Spotify, disse Michael Carvin, executivo-chefe da empresa de tecnologia de finanças pessoais SmartAsset.

Por Sweta Singh

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247