"É no SUS que temos a política integral de Saúde", diz ABGLT ao criticar privatização de UBSs

"É no SUS que temos a política integral de saúde da população LGBTI+ e o processo transexualizador com hormonização e cirurgias", afirmou a Associação Brasileira de Lésbicas, Gay, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Intersexos (ABGLT)

www.brasil247.com -
(Foto: ABr)


247 - A Associação Brasileira de Lésbicas, Gay, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Intersexos (ABGLT) criticou uma eventual privatização das Unidades Básicas de Saúde (UBSs), conforme previa um decreto assinado por Jair Bolsonaro, que depois foi revogado

"Não vamos aceitar a Privatização do SUS! Todas as LGBTI+ defendem o SUS como serviço público, gratuito e de qualidade a TODES", afirmou a associação em sua conta no Instagram. 

"É no SUS que temos a política integral de saúde da população LGBTI+ e o processo transexualizador com hormonização e cirurgias. Queremos mais investimentos para que tudo isso chegue a mais pessoas e não a privatização do que já conquistamos", acrescentou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Ver essa foto no Instagram

Não vamos aceitar a Privatização do SUS! Todas as LGBTI+ defendem o SUS como serviço público, gratúito e de qualidade a TODES. É no SUS que temos a política integral de saúde da população LGBTI+ e o processo transexualizador com hormonização e cirurgias. Queremos mais investimentos para que tudo isso chegue a mais pessoas e não a privatização do que já conquistamos

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Uma publicação compartilhada por ABGLT (@abglt.oficial) em

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email