Eleição já tem seu franco atirador em BH

Ao 247, o deputado estadual Dlio Malheiros (PV) acusa Walfrido dos Mares Guia, ex-ministro e presidente do PSB em Minas, de oferecer cargos para ganhar os petistas; diz que o PT troca o eleitor de BH pelo de SP; e que o PSDB vai ser trado pelo prefeito Marcio Lacerda

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Minas 247 - Nem foi confirmado oficialmente como candidato do PV nas eleições para a Prefeitura de Belo Horizonte e o deputado estadual Délio Malheiros já dá mostras que será o franco atirador do pleito. Ao 247, o parlamentar não poupou políticos nem partidos do estado.

O alvo preferencial do franco atirador é o presidente do PSB em Minas, o ex-ministro Walfrido dos Mares Guia. “Ele oferece cargos, mas não só cargos, aos petistas para ganhar o apoio ao Lacerda”, diz Malheiros. “Além dos cargos, há uma lógica vendida pelo Walfrido: vocês nos apoiam hoje que terão nosso apoio em 2014.”

A tese do pré-candidato do PV é que o PT não apenas apoia o atual prefeito de BH à reeleição para ganhar o apoio dos socialistas a Fernando Haddad em São Paulo, mas também para garantir a aliança em 2014. “O Eduardo Campos seria um bom vice para a Dilma, por exemplo”, afirma, se referindo ao governador pernambucano e presidente nacional do PSB.

Os petistas, que optaram por Lacerda, também são alvo de Malheiros: “O PT está trocando o eleitor de BH pelo de São Paulo”, acusa, lembrando o acordo PT/PSB para aliança na capital mineira e paulista. “Nosso eleitor está sendo colocado em segundo plano.”

E o PSDB? O deputado estadual não foi exatamente um opositor ao governo Aécio Neves em Minas (2003-2010). Amigo de longa data da irmã do atual senador mineiro, Andrea Neves, Malheiros prefere ver os tucanos como vítimas de uma jogada que se revelará equivocada. “O PSDB fica achando que os socialistas vão apoiar o Aécio em 2014, que o Ciro (Ciro Gomes, ex-governador do Ceará e amigo de Aécio) pode ser vice, isso é tudo bobagem”, afirma. “Vocês vão ver, está tudo arranjado e os tucanos vão fazer uma aliança burra com o Lacerda.”

Para o provável candidato do PV, é mais provável que Lacerda, eventualmente reeleito, apoie um candidato do PT, ou saia candidato a governador em 2014 (numa aliança com os petistas), do que junte forças com Aécio e o candidato tucano. A chance de PSDB e PT marcharem juntos rumo ao governo mineiro em 2014, repetindo o que ocorre em BH, para ele não existe.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email