Eleitor goianiense faz coro ao grito #ForaMarconi

Efeito Cachoeira: pesquisa Serpes encomendada pelo jornal O Popular metade da população da capital goiana considera o governo de Marconi Perillo (PSDB) é péssimo ou ruim. Ótimo e bom somam 19,2%

Eleitor goianiense faz coro ao grito #ForaMarconi
Eleitor goianiense faz coro ao grito #ForaMarconi (Foto: Divulgação)

Goiás 247 – O escândalo Cachoeira está sendo devastador para a imagem do governador tucano Marconi Perillo na maior e principal cidade do estado de Goiás. Segundo pesquisa Serpes, divulgada na terça-feira, 8, pelo jornal O Popular, metade da população de Goiânia reprova Perillo e 29% diz que sua gestão é regular. 19,2% avaliaram positivamente o tucano.

A reprovação do tucano ficou a 1,2 pontos porcentuais de atingir 50% da eleitorado da capital goiana. De acordo com a pesquisa, a avaliação negativa saltou de 25,2%, registrado em outubro do ano passado, para 48,9% aferido em maio deste ano. O levantamento foi feito entre 1° e 4 maio, com 603 eleitores.

Nesse período, o número de eleitores que avaliaram o governo com um “péssimo” passou de 16,8% para 34,5%. O índice de eleitores que qualificaram de “ruim” a gestão do tucano passou de 8,8% para 14,4%.

Os índices positivos de avaliação do governo também sofreram com o escândalo Cachoeira. O número de pessoas que avaliaram Perillo com um “ótimo” despencou de 8,6% para 3,3%. O porcentual que o qualificou com um “bom” caiu quase pela metade de 30,5% para 15,9%. Os índices de “regular” variou de 31,9% para 29%.

Os números da pesquisa são um banho de água fria nas pretensões do governador de Goiás em tentar eleger um aliado à prefeitura da capital do Estado. Dão também motivação aos manifestantes que saíram do Facebook e em menos de um mês foram três vezes às ruas de Goiânia defender a saída de Marconi Perillo do governo (leia mais aqui). Uma quarta movimentação já está sendo articulada, sem data ainda definida.

Na segunda-feira, o jornal O Popular publicou os índices de intenções de voto para a disputa eleitoral em Goiânia. O pré-candidato do PSDB, o deputado federal Leonardo Vilela, que deixou o secretariado de Perillo no final de março, não conseguiu decolar. Aparece com apenas 4%.

A gestão do prefeito Paulo Garcia, que deve disputar a reeleição, também foi afetada pelo escândalo Cachoeira. A reprovação do petista passou de 12% para 18,9%. A avaliação positiva também recuou de 41,1% em outubro para 32,2% em maio. O índice de regular é 44,9%.

Diferente de prefeito e governador, a imagem da presidente Dilma Rousseff perante o eleitor goianiense melhorou. A avaliação positiva da petista saltou 13,3 pontos porcentuais, de 48,1 em outubro para 61,4% em maio. A reprovação da presidente caiu pela metade, de 18,2% para 9,2%.

 

Leia abaixo matéria do jornal O Popular sobre a pesquisa Serpes.

A Operação Monte Carlo provocou desgastes para as gestões em Goiânia e no Estado, mas o maior arranhão foi ao governo Marconi Perillo (PSDB), de acordo com pesquisa Serpes/O Popular realizada dos dias 1º a 4 de maio na capital. Quase a metade dos goianienses (48,9%) reprova o desempenho do tucano, considerando a soma de ruim e péssimo. A administração do prefeito Paulo Garcia (PT) tem reprovação de 18,9%.

Entre os eleitores entrevistados, 34,5% afirmaram considerar o governo de Marconi péssimo e 14,4% responderam que é ruim. A soma representa 23,3 pontos porcentuais a mais que a avaliação da gestão estadual feita há sete meses pelo instituto Serpes. À época, Marconi já tinha uma reprovação considerada alta, de 25,6%.

A aprovação do governo estadual (índices de bom e ótimo) caiu 19,9 pontos – de 39,1% em outubro para 19,2% este mês. No mais recente levantamento, 3,3% avaliaram o governador como ótimo e 15,9% como bom. Este último índice em outubro era quase o dobro, de 30,5%. Um total de 29% considerou o governo regular.

A reprovação do desempenho de Paulo Garcia, pré-candidato à reeleição, subiu 6,9 pontos em relação a outubro. Na pesquisa anterior, ele somava 12% nos índices péssimo (7,2%) e ruim (4,8%). Na apuração deste mês, 11,4% responderam que a gestão petista é péssima e 7,5%, ruim.

O prefeito tem 32,2% de avaliação positiva: 2,7% responderam que a gestão é ótima e 29,5%, que é boa. Em outubro de 2011, a soma era de 41,1% (8,9 pontos porcentuais a mais). A avaliação de regular do petista subiu de 41,9% para 44,9%.

O instituto Serpes ouviu 603 eleitores em pesquisa que tem margem de erro de 4 pontos porcentuais para mais ou para menos.

Faixas

Na divisão por nível de instrução, a pesquisa aponta que Marconi Perillo tem a maior rejeição entre eleitores com curso superior. Os índices de péssimo e ruim atingem 56,8% – 42,6% e 14,2%, respectivamente.

A menor reprovação é no grupo de eleitores com ensino fundamental: a soma dos índices negativos cai para 41% (sendo 25,4% de péssimo e 15,6% de ruim).

Marconi é mais reprovado pelas mulheres (50,7%) e pelos jovens. No grupo de entrevistados entre 16 e 24 anos, os índices negativos somam 59,2% – 32% de péssimo e 27,2% de ruim.

O grupo que está acima de 50 anos é o que menos reprova o desempenho do governador. Entre os entrevistados dessa faixa, os índices negativos são de 40,8%. 

Paulo Garcia atinge reprovação de 20% entre os eleitores com ensino médio. Já no grupo que cursou ensino fundamental, os índices negativos são de 17%.

Na divisão por setores da capital, o prefeito tem maior reprovação no Centro (23%) e na Região Leste (22,9%). Já na Região Oeste, o índice cai para 14,2%.

A presidente Dilma Rousseff (PT) alcançou 61,4% de aprovação entre os eleitores goianienses. O porcentual representa 13,3 pontos a mais que a pesquisa feita há sete meses, quando atingia 48,1% nos índices bom e ótimo.

À época, O POPULAR destacou que nenhuma das três gestões alcançava avaliação positiva da maioria do eleitorado da capital. Dilma conseguiu crescer de 10,2% para 16,6% na opção de ótimo e de 37,9% para 44,8%, de bom.

A reprovação da presidente caiu pela metade – de 18,2% para 9,2%. O índice de eleitores que considera a gestão de Dilma regular variou de 30,7% para 27,9%.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247