Eles querem ser a zebra da eleição deste ano

Seus nomes ainda no foram totalmente confirmados, mas polticos como o deputado federal Eros Biondini (PTB) e o estadual Dlio Malheiros (PV) vo tentar ofuscar e, quem sabe, impedir, a vitria do favorito Marcio Lacerda (PSB), que tenta a reeleio. PMDB tem dois nomes e quer chegar de novo ao segundo turno

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Minas 247 - O prefeito Marcio Lacerda é mais favorito do que nunca na eleição de outubro deste ano. Sua virtual reeleição para a Prefeitura de Belo Horizonte ganhará o apoio de um chapão ainda maior do que o que teve há quatro anos. Mas existe quem desafie esse quadro numa cidade em que ser de oposição ao prefeito é, mais do que nunca, ser minoria.

De todos os partidos que se dizem oposição a Lacerda, o único que realmente pode dar trabalho - guardadas as condições do momento - é o PMDB. A esperança do partido é chegar novamente ao segundo turno. Em 2008, o hoje deputado federal Leonardo Quintão surpreendeu a maioria dos prognósticos e venceu o primeiro turno, deixando a campanha de Lacerda, o candidato do então prefeito Fernando Pimentel e do então governador Aécio Neves, em polvorosa. Veio o segundo turno e, depois de uma campanha de desconstrução da imagem de Quintão, levada a cabo pela campanha do candidato do PSB, o peemedebista teve ainda menos votos. Os trunfos do PMDB para este ano: tempo na TV, embora muito menor do que o de Lacerda, mas de qualquer modo o suficiente para não fazer de seu candidato um “nanico”; e eventual desgaste do prefeito após quatro anos no cargo, sobretudo entre petistas revoltados com o apoio a Lacerda, ao lado dos tucanos. Além de Quintão, o deputado estadual Sávio Souza Cruz é pré-candidato a prefeito pelo PMDB. Quintão é mais conhecido do eleitorado, pela memória de 2008, mas Sávio tem a vantagem de ser bem visto pelos petistas insatisfeitos.

O segundo candidato ‘azarão’ é o deputado estadual Délio Malheiros, do PV. Sempre bem votado nas eleições, beneficia-se de seu trabalho nos Procons do estado. O PV pode acabar compondo com os peemedebistas, mas o nome de Délio é sempre colocado como virtual candidato dos verdes em BH.

Os demais candidatos devem apenas fazer figuração: são menos conhecidos e não terão muito tempo na propaganda de TV. O PTB apresenta o deputado federal Eros Biondini como candidato. Há quatro anos, ele foi candidato a vice-prefeito na chapa de Leonardo Quintão. É da Renovação Carismática, grupo da igreja católica com pensamento mais conservador. Na capital, faz trabalho contra as drogas.

O PPS pode entrar na disputa com a deputada estadual Luzia Ferreira. Professora, ela foi a primeira mulher a ser presidente da Câmara Municipal de BH. Tem um discurso parecido com o do seu partido nacionalmente, mais centrado em questões ético-morais.

Gustavo Corrêa, do DEM, foi assessor especial de Aécio Neves no governo mineiro, em 2003 e 2004. Foi também secretário de Esportes. Hoje, é deputado estadual. A crise do DEM, na cola do caso do senador Demóstenes Torres, podem levar o partido a não lançar candidatura própria este ano. Pode acabar compondo com Lacerda.

Também indefinida é uma candidatura do estadual João Vitor Xavier, pelo PRP. Bem votado em 2010, ele se vale da popularidade como radialista na Itatiaia, uma espécie de Globo das rádios mineiras.

Em comum, os candidatos a “zebra” em outubro têm o fato de serem parlamentares no exercício da função. Ou seja, ainda que percam, continuarão depois como deputados na Câmara federal ou na Assembleia Legislativa.

A tarefa deles é árdua. Além do PSB, do PT e do PSDB, a frente pró-Lacerda contará desta vez com o PCdoB, cuja candidata Jô Morais apoiou Quintão no segundo turno há quatro anos.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email