Em 2015, Fifa pagou US$ 3,76 milhões a Blatter

Fifa disse ter pago ao ex-presidente Joseph Blatter 3,76 milhões de dólares no ano passado, ao publicar o seu salário pela primeira vez, de acordo com as novas regulamentações de governança; entidade máxima do futebol também anunciou que teve prejuízo de 122 milhões de dólares no ano passado, o primeiro déficit da entidade desde 2002, principalmente devido aos custos envolvidos, num momento em que enfrenta o pior escândalo de sua história

Re-elected FIFA President Sepp Blatter gestures during news conference after an extraordinary Executive Committee meeting in Zurich, Switzerland, May 30, 2015. REUTERS/Arnd Wiegmann
Re-elected FIFA President Sepp Blatter gestures during news conference after an extraordinary Executive Committee meeting in Zurich, Switzerland, May 30, 2015. REUTERS/Arnd Wiegmann (Foto: José Barbacena)

Reuters - A Fifa disse ter pago ao ex-presidente Joseph Blatter 3,76 milhões de dólares no ano passado, ao publicar o seu salário pela primeira vez, de acordo com as novas regulamentações de governança.

A Fifa também anunciou que teve prejuízo de 122 milhões de dólares no ano passado, o primeiro déficit da entidade desde 2002, principalmente devido aos custos envolvidos, num momento em que enfrenta o pior escândalo de sua história.

"Os eventos sem precedentes que ocorreram em 2015 tiveram um impacto sobre os resultados financeiros da Fifa, no entanto, reservas da organização permitiu-lhe resistir à tempestade", afirmou a entidade com sede na Suíça, em um comunicado.

Dezenas de dirigentes, incluindo ex-membros do comitê executivo da Fifa, foram indiciados nos Estados Unidos, enquanto Blatter foi suspenso por seis anos pelo comitê de ética da entidade.

A Fifa disse ainda que o ex-secretário-geral Jérome Valcke, banido por 12 anos, recebeu 2,2 milhões de dólares no ano passado. A remuneração total de autoridades da administração foi de 27,9 milhões de dólares.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247