Em gravação, Aécio já defendia troca de ministro da Justiça a fim de 'mexer na PF'

Senador tucano foi gravado pelo empresário Joesley Batista, da JBS, se referindo ao ex-ministro da Justiça, Osmar Serraglio, como a "um peba", "um bosta de um caralho"; para Aécio Neves (PSDB-MG), Michel Temer "errou de novo" ao nomear Serraglio para a pasta; "Porque aí mexia na PF", planejava, se referindo a outra nome para o cargo

Senador tucano foi gravado pelo empresário Joesley Batista, da JBS, se referindo ao ex-ministro da Justiça, Osmar Serraglio, como a "um peba", "um bosta de um caralho"; para Aécio Neves (PSDB-MG), Michel Temer "errou de novo" ao nomear Serraglio para a pasta; "Porque aí mexia na PF", planejava, se referindo a outra nome para o cargo
Senador tucano foi gravado pelo empresário Joesley Batista, da JBS, se referindo ao ex-ministro da Justiça, Osmar Serraglio, como a "um peba", "um bosta de um caralho"; para Aécio Neves (PSDB-MG), Michel Temer "errou de novo" ao nomear Serraglio para a pasta; "Porque aí mexia na PF", planejava, se referindo a outra nome para o cargo (Foto: Gisele Federicce)

Minas 247 - Antes da demissão de Osmar Serraglio do Ministério da Justiça - passou a comandar o Ministério da Transparência neste domingo 28 - o senador Aécio Neves (PSDB-MG), alvo de investigação da Polícia Federal e afastado do cargo, já havia defendido sua saída, a fim de 'mexer' na Polícia Federal.

Aécio foi gravado pelo empresário Joesley Batista, da JBS, se referindo a Serraglio como a "um peba", "um bosta de um caralho". Para o senador tucano, Temer "errou de novo" ao nomear Serraglio para a pasta. "Porque aí mexia na PF", planejava, se referindo a outra nome para o cargo.

Relembre aqui a íntegra do diálogo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247