Em mensagem, Kátia Abreu diz que ministros do PMDB ficam nos cargos

Ministra da Agricultura, Kátia Abreu, foi flagrada enviando mensagens pelo celular onde afirmava que nem ela e nem os outros cinco ministros do PMDB entregarão seus cargos como decidiu a convenção do partido nesta terça-feira (29), quando anunciou a sua saída da base governista; ministros deverão se licenciar da legenda como forma de "respeito pela decisão aprovada"; além de Kátia Abreu, o PMDB tem como ministros, Helder Barbalho (Portos), Mauro Lopes (Aviação Civil), Marcelo Castro (Saúde), Eduardo Braga (Minas e Energia), e Celso Pansera (Ciência e Tecnologia)

Ministra da Agricultura, Kátia Abreu, foi flagrada enviando mensagens pelo celular onde afirmava que nem ela e nem os outros cinco ministros do PMDB entregarão seus cargos como decidiu a convenção do partido nesta terça-feira (29), quando anunciou a sua saída da base governista; ministros deverão se licenciar da legenda como forma de "respeito pela decisão aprovada"; além de Kátia Abreu, o PMDB tem como ministros, Helder Barbalho (Portos), Mauro Lopes (Aviação Civil), Marcelo Castro (Saúde), Eduardo Braga (Minas e Energia), e Celso Pansera (Ciência e Tecnologia)
Ministra da Agricultura, Kátia Abreu, foi flagrada enviando mensagens pelo celular onde afirmava que nem ela e nem os outros cinco ministros do PMDB entregarão seus cargos como decidiu a convenção do partido nesta terça-feira (29), quando anunciou a sua saída da base governista; ministros deverão se licenciar da legenda como forma de "respeito pela decisão aprovada"; além de Kátia Abreu, o PMDB tem como ministros, Helder Barbalho (Portos), Mauro Lopes (Aviação Civil), Marcelo Castro (Saúde), Eduardo Braga (Minas e Energia), e Celso Pansera (Ciência e Tecnologia) (Foto: Paulo Emílio)

247 - A ministra da Agricultura, Kátia Abreu, foi flagrada pela imprensa enviando mensagens pelo celular onde afirma que nem ela e nem os outros cinco ministros do PMDB entregarão seus cargos como decidiu a convenção nacional do partido nesta terça-feira (29), quando anunciou a sua saída da base governista. Segundo ela, os ministros deverão se licenciar da legenda como forma de "respeito pela decisão aprovada".

Na mensagem, Kátia afirma que a decisão foi tomada "ontem a noite", na "casa de Renan", referindo-se à residência do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Flagra da troca de mensagens da ministra foi feito pelo jornal Folha de São Paulo durante evento de lançamento da terceira fase do programa Minha Casa, Minha Vida, em Palácio do Planalto, em Brasília.

Além de Kátia Abreu, o PMDB tem como ministros, Helder Barbalho (Portos), Mauro Lopes (Aviação Civil), Marcelo Castro (Saúde), Eduardo Braga (Minas e Energia), e Celso Pansera (Ciência e Tecnologia).

Henrique Eduardo Alves já havia anunciado a sua saída do Ministério do Turismo no dia anterior a convenção do PMDB que selou o rompimento da legenda com o governo e determinou a entrega dos ministérios e de mais 600 cargos ocupados pelo partido na administração federal.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247