Em noite violenta, seis pessoas morrem na Grande São Paulo

Entre as vítimas está um policial militar reformado, morto a tiros ao reagir a uma tentativa de roubo na alameda Guaramomis, em Moema, zona sul; no total, mais cinco ficaram feridos 

Em noite violenta, seis pessoas morrem na Grande São Paulo
Em noite violenta, seis pessoas morrem na Grande São Paulo (Foto: NIVALDO LIMA)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – Na noite de ontem, seis pessoas morreram na Grande São Paulo e cinco ficaram feridas. A onda de violência agrava a crise da segurança no governo de Geraldo Alckmin.

Numa tentativa de roubo em um supermercado na rua Sargento Geraldo Santana, no Campo Grande, zona sul de São Paulo, dois homens foram baleados em uma troca de tiros com policiais militares. Um deles morreu no local e o outro foi levado ao pronto-socorro do Hospital Saboia.

Outro suspeito foi morto por um policial civil em uma tentativa de roubo à sorveteria italina Stuzzi, na Vila Madalena, zona oeste, por volta das 21h20.

Na mesma noite, um policial militar reformado foi morto a tiros ao reagir a uma tentativa de roubo na alameda Guaramomis, em Moema, zona sul. 

A mulher grávida que foi baleada na cabeça em uma tentativa de assalto na região do Campo Limpo, na Zona Sul de São Paulo, também teve morte cerebral constatada na tarde desta quinta-feira (10) por médicos do Hospital Municipal do Campo Limpo. O bebê, que deveria nascer na semana que vem, veio à luz de cesariana.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email