Em protesto, índios ameaçam apagão no país

Os índios ameaçam por fogo numa torre de transmissão de energia elétrica em protesto pela pavimentação asfáltica da rodovia TO-126, entre os municípios de Maurilândia e Itaguatins, a cerca de 500 km de Palmas; na última sexta-feira, o governo do Estado deu ordem de serviço para asfaltar 21 km da rodovia, mas os índios querem que outros 44 km sejam incluídos na obra; eles deram prazo até esta sexta-feira, 28, para negociarem antes de incendiar a torre

Os índios ameaçam por fogo numa torre de transmissão de energia elétrica em protesto pela pavimentação asfáltica da rodovia TO-126, entre os municípios de Maurilândia e Itaguatins, a cerca de 500 km de Palmas; na última sexta-feira, o governo do Estado deu ordem de serviço para asfaltar 21 km da rodovia, mas os índios querem que outros 44 km sejam incluídos na obra; eles deram prazo até esta sexta-feira, 28, para negociarem antes de incendiar a torre
Os índios ameaçam por fogo numa torre de transmissão de energia elétrica em protesto pela pavimentação asfáltica da rodovia TO-126, entre os municípios de Maurilândia e Itaguatins, a cerca de 500 km de Palmas; na última sexta-feira, o governo do Estado deu ordem de serviço para asfaltar 21 km da rodovia, mas os índios querem que outros 44 km sejam incluídos na obra; eles deram prazo até esta sexta-feira, 28, para negociarem antes de incendiar a torre (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Tocantins 247 – Indígenas da etnia Apinajé e moradores do povoado Folha Grossa, que moram no extremo norte do Tocantins, ameaçam por fogo numa torre de transmissão de energia elétrica e causar um apagão em boa parte do país, em protesto pela pavimentação asfáltica da rodovia TO-126, entre os municípios de Maurilândia e Itaguatins, a cerca de 500 km de Palmas.

Os manifestantes permanecem no local há pelo menos três dias e exigem a presença de um representante do governo do Estado e de órgãos do governo federal para discutir a reivindicação. No último dia 21, o governador em exercício do Tocantins, Sandoval Cardoso (SDD), assinou em Itaguatins a ordem de serviço para pavimentação de 21 km da TO-126. Os moradores querem que outros 44 km da rodovia que não foram incluídos na ordem de serviço também sejam asfaltados.

O cacique da Aldeia Mariazinha, Emilio Apinajé, deu prazo até esta sexta-feira, 28, para o governo do Estado e representantes do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama) e da Fudação Nacional de Apoio ao Índio (Funai) negociarem com os manifestantes. Caso contrário, eles vão por fogo na torre de transmissão de energia elétrica.

"Nós caciques decidimos que vamos tocar fogo nessa torre. Até agora nenhum órgão responsável, principalmente Ibama e Funai não compareceram aqui, eu espero que membros destes dois órgãos compareçam aqui, que conversem com a gente aqui, se eles não vierem nós já marcamos este prazo até sexta feira uma hora da tarde, se ninguém comparecer, estamos avisando para todo o Estado do Tocantins que nós vamos estar derrubando esta torre", disse o cacique em entrevista ao site Toc Notícias.

O deputado estadual José Bonifácio (PR), que tem domicílio eleitoral na região, está se dirigindo para o local para tentar negociar com os manifestantes. Em pronunciamento nessa quarta-feira, 26, Bonifácio afirmou que a pavimentação do restante da rodovia depende de autorizações do Ibama. O trecho autorizado para obras pelo governo vai de Tocantinópolis até o limite da reserva indígena Apinajé, em Maurilândia.

Está prevista a chegada do governador Sandoval Cardoso (SDD) neste sábado, 1º, um dia após o fim do prazo dado pelos manifestantes para por fogo na torre de energia. 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email