Empregos formais sobem 0,35% no Nordeste

Região criou, em julho, 21.184 novos postos de trabalho; segmentos como Serviços de Alojamento e Alimentação, Serviços de Comércio e Administração de Imóveis, Serviços Médicos e Odontológicos, e Serviços de Transportes e Comunicações foram destaques

Empregos formais sobem 0,35% no Nordeste
Empregos formais sobem 0,35% no Nordeste (Foto: Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

PE247 – A Região Nordeste apresentou um crescimento de 0,35% no número de empregos com carteira assinada em julho, segundo o Ministério do Trabalho. A elevação só foi superior a que ocorreu no Sul, que apresentou crescimento de 0,19%. Norte (0,75%), Centro-Oeste (0,42) e Sudeste (0,40%) apresentaram alta superior à nordestina. Ao todo, o País gerou 142.496 novos postos de trabalho no mês analisado.

No Nordeste foram gerados 21.184 postos, enquanto o Sudeste registrou a criação de 83.093 postos. O Sul marcou 13.060 novos empregos com carteira assinada, o Norte 12.883 e o Centro-Oeste 12.276. Todas as Unidades da Federação (UF) expandiram o nível de emprego, com quatro delas registrando saldos recordes; duas o segundo lugar e cinco o terceiro melhor resultado para o mês.

Os destaques positivos foram: São Paulo, com 47.837 postos (0,38%); Minas Gerais, 19.216 postos (0,46%); Rio de Janeiro, 13.439 postos (0,37%); Pará, 6.759 postos (0,96%); e Ceará, com 6.695 postos (0,64%).

A geração de empregos em julho ocorreu nos oitos setores da economia, com destaque para Serviços, com 39.060 postos (0,25%). O comportamento favorável do setor ocorreu devido ao crescimento do emprego em quatro segmentos: Serviços de Alojamento e Alimentação (17.454 postos); Serviços de Comércio e Administração de Imóveis (13.191 postos); Serviços Médicos e Odontológicos (10.623 postos) e Serviços de Transportes e Comunicações (4.788 postos).

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email