Esposa de Pimentel coloca todos os documentos de sua empresa na internet

A primeira-dama de Minas Gerais, Carolina Pimentel, esposa do governador Fernando Pimentel, disponibilizou na internet todos os documentos de sua empresa , a Oli Comunicação e Imagens; isso porque a PF realizou buscas num apartamento de Carolina, em Brasília, com base em suspeita de que a sua empresa seja "fantasma"; documento nega que a Oli Comunicação tenha dividido seu endereço comercial com qualquer outra empresa; "A outra empresa apontada pela investigação passa a ocupar o imóvel apenas no dia 28 de agosto, conforme alteração contratual registrada na junta comercial"

Belo Horizonte- MG- Brasil- 06/01/2015- Ao assumir a Presidência do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), nesta terça-feira (06/01), a primeira-dama de Minas, Carolina Oliveira, anunciou que, além de fortalecer os programas existentes, atuará
Belo Horizonte- MG- Brasil- 06/01/2015- Ao assumir a Presidência do Serviço Voluntário de Assistência Social (Servas), nesta terça-feira (06/01), a primeira-dama de Minas, Carolina Oliveira, anunciou que, além de fortalecer os programas existentes, atuará (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News

Minas 247 - A primeira-dama de Minas Gerais, Carolina Pimentel, esposa do governador Fernando Pimentel (PT), disponibilizou na internet todos os documentos de sua empresa , a Oli Comunicação e Imagens. Isso porque a Polícia Federal realizou, na semana passada, buscas num apartamento de Carolina, na Asa Sul, em Brasília, com base em suspeita de que a sua empresa seja "fantasma".

Um trecho do documento afirma que, "em julho de 2014, a empresa Oli Comunicação deixa de ser locatária e o seu endereço passa a ser o do contador". "A Oli Comunicação nunca dividiu seu endereço comercial com qualquer outra empresa. O documento abaixo registra o fim do contrato de locação no edifício Brasil 21, em Brasília, em 20 de julho de 2014".

De acordo com o texto, "a imobiliária Rafael Souza Empreendimentos Imobiliários foi a responsável pelo contrato de locação. A outra empresa apontada pela investigação passa a ocupar o imóvel apenas no dia 28 de agosto, conforme alteração contratual registrada na junta comercial". "O documento consta nos autos do processo".

Ao lado do governador Fernando Pimentel, o advogado de Carolina, Pierpaolo Bottini, afirmou, neste sábado (30), em coletiva de imprensa, que há um "termo de encerramento contratual que é um dos documentos que serão entregues à PF e ao Ministério Público e vamos disponibilizá-lo, além de outros, também em um site que está sendo criado".

PUBLICIDADE

O chefe do Executivo mineiro, afirmou que serão entregues documentos que servirão para excluir Carolina desse inquérito, "sem prejuízo de que ele prossiga como objeto de que lhe é de direito". "Mas no caso da minha esposa, é um erro clamoroso. Vamos superar isso", disse.

 
 

 

PUBLICIDADE


PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email