Estado de exceção avança, diz Maria do Rosário após ameaça de candidato no Rio contra Paes

Deputado do PT-RS repudiou a declaração do candidato ao governo do estado do Rio de Janeiro Wilson Witzel (PSC), que ameaçou resolver na delegacia uma eventual injúria do seu oponente, Eduardo Paes (MDB), nos próximos debates; "O estado de exceção avança. Haddad é a ultima chance da democracia por muitos anos. É Haddad ou ditadura", disse ela

Estado de exceção avança, diz Maria do Rosário após ameaça de candidato no Rio contra Paes
Estado de exceção avança, diz Maria do Rosário após ameaça de candidato no Rio contra Paes (Foto: Esq.: Lúcio Bernardo Jr. - Câmara / Dir.: em cima (divulgação) / embaixo (Tânia Rêgo - ABR))

Rio Grande do Sul 247 - A deputada federal Maria do Rosário (PT-RS) repudiou a declaração do candidato ao governo do estado do Rio de Janeiro Wilson Witzel (PSC), que ameaçou resolver na delegacia uma eventual injúria do seu oponente, Eduardo Paes (MDB), nos próximos debates.

"Candidato no Rio ameaça prender o adversário durante o debate. O estado de exceção avança. Haddad é a ultima chance da democracia por muitos anos. É Haddad ou ditadura", escreveu a parlamentar no Twitter.

O postulante ao governo do Rio afirmou: "se for praticado crime de injúria, durante programa de televisão, nós vamos parar na delegacia". "O crime de injúria, é um crime de pequeno potencial ofensivo. Está sujeito sim a voz de prisão. O que eu tenho dito é que política no Brasil hoje tem sido feita de uma forma irresponsável. Essas fake news que estão sendo apresentadas aí, esse tipo de fakenews, só pode sair de um lado, do lado do candidato opositor. Eu quero dizer que esse tipo de política destrutiva eu não vou admitir", disse.

Ao vivo na TV 247 Youtube 247