"Estão me promovendo para 2014"

É o que pensa o prefeito João Henrique (PP) sobre os constantes ataques do DEM de ACM Neto e do PT de Nelson Pelegrino (um contra o outro) sobre a participação que cada partido teve nas suas duas gestões consecutivas; ele diz ainda que as duas legendas lhe ajudaram a fazer uma "boa" gestão; o pior prefeito do Brasil, na avaliação dos soteropolitanos, reafirma que é candidato ao governo do estado em 2014

"Estão me promovendo para 2014"
"Estão me promovendo para 2014" (Foto: Evilásio Junior / Bahia Notícias)

Bahia 247

É comum ouvir nas ruas de Salvador muita gente esbravejando contra o prefeito João Henrique (PP), que está no comando da terceira maior capital do país há sete anos. Já é comum também ouvi-lo dizer que sua gestão é ótima, ao contrário do que dizem as pessoas.

Desde o ano passado, quando começaram os questionamentos sobre sua vida a partir de 1º de janeiro de 2013, quando entregará as chaves da prefeitura a seu sucessor, vem se tornando praxe do progressista também dizer que quer ser governador. Exatamente. O pior prefeito do Brasil, segundo avaliação dos soteropolitanos, quer governar a Bahia.

Figura emblemática e imprevisível nas respostas, João Henrique surpreendeu mais uma vez ao dizer neste domingo, no camarote da prefeitura no GP Bahia de Stock Car, que este é o motivo pelo qual os candidatos à sua sucessão Nelson Pelegrino (PT) e ACM Neto (DEM) tanto lhe têm atacado.

O prefeito diz que "todos estão com medo" de sua candidatura e, mais além, disse que os ataques dos candidatos lhe são favoráveis na sua virtual eleição ao governo do estado em 2014.

"Não é negativa. Pelo contrário. Estão me promovendo para [o governo do Estado em] 2014. A nossa gestão é referência. Todos esses partidos me ajudaram a fazer tanta coisa boa", disse João Henrique em entrevista ao site Bahia Notícias.

"Todos me ajudaram a fazer um legado positivo, o problema é que sou candidatíssimo à sucessão do governo do estado e isso está preocupando todo mundo", afirmou João.

O Bahia Notícias questionou se seu coração estaria com o DEM ou com o PT nestas eleições. Para variar, o prefeito foi evasivo e fez graça. "Sobre essa questão de coração, tem uma cardiologista aqui ao lado", disse, ao apontar para a primeira-dama da capital, a secretária de Saúde Tatiana Paraíso.

Paraíso, por sua vez, entrou na pilhéria do marido. "O coração dele está ótimo". A secretária aproveitou para comentar os ataques à gestão municipal feitos pelos candidatos. "Embora eu diga que ele [JH] tem uma visão mais ampla da política, eu não concordo com o uso que tem sido feito. Eu fico chateada, porque eles teriam que reconhecer as coisas boas da prefeitura".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247