Estiagem coloca cidades em situação de emergência

Região dos municípios de Janaúba e Nova Porteirinha, declarada em situação de emergência pelo governador Antonio Anastasia, abriga o mais importante polo de fruticultura do Estado, gerando cerca de 12,7 mil empregos e uma renda da ordem de R$ 65 milhões

Estiagem coloca cidades em situação de emergência
Estiagem coloca cidades em situação de emergência
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Agência Minas - O governador Antonio Anastasia (PSDB) decretou situação de emergência, em função da estiagem, em áreas dos municípios de Janaúba e Nova Porteirinha, no Norte de Minas. O decreto foi publicado na edição desta terça-feira 5 no Minas Gerais – Diário Oficial dos Poderes do Estado.

A região declarada em situação de emergência abriga o mais importante polo de fruticultura, gerando cerca de 12,7 mil empregos e uma renda da ordem de R$ 65 milhões. De acordo com o decreto, a redução do volume de chuvas nos últimos dois anos provocou a diminuição, em dez metros, no nível da Barragem Bico da Pedra que abastece áreas irrigadas dos dois municípios, concorrendo para a falta de água de boa qualidade no atendimento à população, bem como para a irrigação de lavoura.

Com a declaração, é dispensada a realização de licitação para a aquisição de bens necessários às respostas ao desastre, a prestação de serviços e a execução de obras relacionadas com a reabilitação da região. O prazo para a implementação de medidas nessas condições é de 180 dias não prorrogáveis.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247