Estudantes fazem manifestação de apoio a Teori em Porto Alegre

Um grupo de estudantes fez uma manifestação em frente à casa do ministro do STF Teori Zavascki, em Porto Alegre; com cartazes e megafone, os manifestantes foram levar apoio ao relator do processo da operação Lava Jato no STF; Teori foi alvo de um protesto por grupos pró-impeachment depois que requisitou ao juiz federal de Curitiba Sérgio Moro a remessa à Suprema Corte da investigação envolvendo o ex-presidente Lula (PT); na oportunidade, os manifestantes afixaram uma faixa pedindo para que o ministro deixasse Moro trabalhar

Um grupo de estudantes fez uma manifestação em frente à casa do ministro do STF Teori Zavascki, em Porto Alegre; com cartazes e megafone, os manifestantes foram levar apoio ao relator do processo da operação Lava Jato no STF; Teori foi alvo de um protesto por grupos pró-impeachment depois que requisitou ao juiz federal de Curitiba Sérgio Moro a remessa à Suprema Corte da investigação envolvendo o ex-presidente Lula (PT); na oportunidade, os manifestantes afixaram uma faixa pedindo para que o ministro deixasse Moro trabalhar
Um grupo de estudantes fez uma manifestação em frente à casa do ministro do STF Teori Zavascki, em Porto Alegre; com cartazes e megafone, os manifestantes foram levar apoio ao relator do processo da operação Lava Jato no STF; Teori foi alvo de um protesto por grupos pró-impeachment depois que requisitou ao juiz federal de Curitiba Sérgio Moro a remessa à Suprema Corte da investigação envolvendo o ex-presidente Lula (PT); na oportunidade, os manifestantes afixaram uma faixa pedindo para que o ministro deixasse Moro trabalhar (Foto: Leonardo Lucena)

Sul 21 - Um grupo de estudantes fez uma manifestação no começo da tarde desta segunda-feira (28), em frente à casa do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki, na Capital. Com cartazes e megafone, os manifestantes foram levar apoio ao relator do processo da operação Lava Jato no STF.

Na semana passada, Teori foi alvo de um protesto por grupos pró-impeachment depois que requisitou ao juiz federal de Curitiba Sérgio Moro a remessa à Suprema Corte da investigação envolvendo o ex-presidente Lula (PT). Na oportunidade, os manifestantes afixaram uma faixa pedindo para que o ministro deixasse Moro trabalhar.

No ato de solidariedade a Teori, os estudantes entregaram flores aos moradores do condomínio e também deixaram rosas aos familiares do ministro. Já os cartazes afixados nas grades do prédio continham frases como “Intimidação não”, “Força Teori”, “Faça amor, não faça golpe”

“O acirramento da luta política não pode dar a liberdade para atos intimidatórios e fascistas nas residências de agentes jurídicos ou políticos. Viemos contrapor o ódio, com um ato de solidariedade, em defesa da democracia e para que os rumos do país sejam definidos através do diálogo e do debate de ideias”, justificou Lucas Maróstica, um dos organizadores da manifestação em solidariedade ao ministro do STF.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247