'Eu já vejo Eduardo Campos como candidato'

O senador Humberto Costa (PT) disse que já vê o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB) como candidato à Presidência da República nas eleições 2014, mas que o ideal seria que o pessebista estivesse ao lado do PT na tarefa de reeleger a presidente Dilma Rousseff (PT); o senador descartou, ainda, a possibilidade de vir a disputar as eleições estaduais no próximo pleito, mas admitiu que a campanha pela reeleição da presidente Dilma poderá vir a ter dois palanques em Pernambuco.

O senador Humberto Costa (PT) disse que já vê o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB) como candidato à Presidência da República nas eleições 2014, mas que o ideal seria que o pessebista estivesse ao lado do PT na tarefa de reeleger a presidente Dilma Rousseff (PT); o senador descartou, ainda, a possibilidade de vir a disputar as eleições estaduais no próximo pleito, mas admitiu que a campanha pela reeleição da presidente Dilma poderá vir a ter dois palanques em Pernambuco.
O senador Humberto Costa (PT) disse que já vê o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB) como candidato à Presidência da República nas eleições 2014, mas que o ideal seria que o pessebista estivesse ao lado do PT na tarefa de reeleger a presidente Dilma Rousseff (PT); o senador descartou, ainda, a possibilidade de vir a disputar as eleições estaduais no próximo pleito, mas admitiu que a campanha pela reeleição da presidente Dilma poderá vir a ter dois palanques em Pernambuco. (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

PE247 - O senador Humberto Costa (PT) disse que já vê o governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB) como candidato à Presidência da República nas eleições 2014, mas que o ideal seria que o pessebista estivesse ao lado do Partido dos Trabalhadores na tarefa de reeleger a presidente Dilma Rousseff (PT). O senador descartou, ainda, a possibilidade de vir a disputar o Governo do Estado no próximo pleito, mas admitiu que a campanha pela reeleição da presidente Dilma poderá vir a ter dois palanques em Pernambuco.

“Qual a razão de se mudar o time que está ganhando? O que é melhor para o Brasil e para Pernambuco? O melhor é que ele estivesse ao lado de Dilma”, disse o senador em entrevista a Rádio JC/CBN. Humberto aproveitou a ocasião para valorizar o governo da presidente Dilma fazendo uso do slogan adotado pelo PSB “de que é possível fazer mais”.

“Eduardo Campos pode fazer mais e melhor por Pernambuco. Na educação, na saúde, nas estradas. Lógico que todo mundo pode, Dilma também, todo mundo pode. Esse argumento vale para todo mundo. Eu pessoalmente acho que a Dilma está fazendo mais e melhor”, afirmou.

Para Humberto, no caso de um afastamento entre Campos e Lula a própria população de Pernambuco não conseguirá aceitar o fato com naturalidade. “O povo de Pernambuco não vai entender se Lula e Eduardo estiverem em lados opostos”, observou.

Apesar de reafirmar que não pretende disputar a sucessão estadual, Humberto disse que a campanha pela reeleição da presidente Dilma poderá ter dois palanques em Pernambuco. Uma das possibilidades, segundo o senador, seria junto ao PTB, do senador Armando Monteiro Neto, mas ele fez questão de deixar claro que este assunto ainda não estaria sendo discutido entre as legendas. A outra possibilidade citada pelo parlamentar foi a de uma composição com o próprio PSB. “Nós vamos estar com Dilma. Se ele (Eduardo Campos) decidir continuar, poderemos discutir uma candidatura também com ele", pontuou.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email