Eugênio: Eduardo não escolhe candidato do PT

Presidente estadual petista desmente boatos de que o governador Eduardo Campos j teria escolhido o prefeito Joo da Costa como o postulante do PT s eleies do Recife. PT que escolhe o candidato do PT. simples, assegurou

Eugênio: Eduardo não escolhe candidato do PT
Eugênio: Eduardo não escolhe candidato do PT (Foto: Beto Oliveira/SEFOT-SECOM)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Tércio Amaral_PE247 – A escolha do candidato da Frente Popular às eleições da Prefeitura do Recife, em outubro, promete ganhar novos e delicados capítulos. Depois dos rumores que davam conta de que o governador Eduardo Campos (PSB) teria referendado o nome do prefeito João da Costa (PT) como candidato, petistas contrários à suposta “decisão” do socialista já se movimentam nos bastidores. “Quem decide o candidato do PT é o próprio PT”, afirmou o deputado federal e presidente regional petista, Pedro Eugênio.

Segundo Eugênio, Eduardo ainda não teria se inclinado a declarar esse tipo de apoio a nenhum candidato, até porque o dirigente petista não acredita que Campos teria tomado esta decisão em nome de outro partido. “Isso não tem cabimento. Apesar de nossas relações fraternas, o PSB só poder interferir em assuntos que lhe dizem repeito”, completou.

Apesar da negativa, o deputado garantiu que a negociações da base aliada para a definição do nome que vai disputar o pleito este ano no Recife também tem passado pelo Palácio do Campo das Princesas. “Estamos conversando com o PSB com frequência, assim como os partidos da base aliada. Esta suposta decisão do governador não chegou a meu conhecimento. Este tipo de boato não precisa nem de resposta”, argumentou Pedro.

Quase que jogando “um balde de água fria” nas intenções de João da Costa (PT) – que semana passada estava distribuindo sorrisos e garantiu que comandara uma gestão capaz de referendá-lo –, Pedro Eugênio lembrou a tese de que o nome do PT que deve concorrer à prefeitura este ano não ainda não está definido. “Isso não é novidade para ninguém. A gente vem discutindo, feito algumas conversas para definir o nome. O PT estabelece que sejam realizadas as prévias antes da eleição”, frisou.

Em relação ao prazo inicial dado pela corrente Construindo um Novo Brasil (CNB) para João da Costa mostrar ser candidato, Pedro Eugênio demonstrou que pode haver mudanças. “Demos o prazo de fevereiro, mas não é uma lei, uma legislação. Não é um prazo legal. Nós temos investido neste processo e a escolha do nome pode ser tomada depois deste planejamento inicial”, concluiu.

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email