CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
Geral

Explosão e tentativa de fuga no Aníbal Bruno

Policiais que faziam a guarda da unidade prisional conseguiram impedir a fuga dos detentos. Ocorrncia acontece poucos dias aps o Governo do Estado anunciar a suspenso dos indultos de Natal e Ano Novo.

Explosão e tentativa de fuga no Aníbal Bruno (Foto: Pjcross/Shutterstock)
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

Raphael Coutinho_PE247 – Cerca de 72 horas após o Comitê Gestor do programa Pacto pela Vida anunciar que os presidiários de Pernambuco não iriam receber o benefício do indulto para visitar as familías durante as festas de final de ano, foi registrado o primeiro incidente em uma penitenciária estadual. Na madrugada deste sábado (17), detentos do presídio professor Aníbal Bruno, o maior do Estado e que fica localizado no Recife, tentaram fugir após uma bomba explodir um dos muros do local. A ação partiu de fora da unidade prisional, mas ninguém conseguiu escapar. A fuga foi frustrada porque, de acordo com a direção, já havia um monitoramento e informações sobre um possível ataque.

Segundo informações da Secretaria Executiva de Ressocialização (Seres), oito presidiários estavam próximos ao local onde o buraco foi aberto no muro, mas foram impedidos de escapar por causa da ação do Batalhão de Guardas da Polícia Militar, que faz a segurança da unidade prisional. "Nosso setor de inteligência já tinha informações de uma tentativa de fuga, por isso conseguimos impedir que os presos saíssem. Todos os detentos que tentaram fugir serão ouvidos e colocados no castigo e, possivelmente, serão transferidos. Ainda estamos apurando o tipo de explosivo eles utilizaram", explicou o secretário executivo de Ressocialização, coronel Romero Ribeiro.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Uma sindicância será aberta para apurar o ocorrido. Técnicos do Instituto de Criminalística (IC) foram acionados para realizarem a perícia no local e determinar o tipo de artefato utilizado. Vizinhos do Aníbal Bruno também não perceberam a ação de nenhum grupo, mas ouviram a explosão. Com o grande impacto da explosão, algumas casas ficaram danificadas. Apesar do fato, as visitas programadas para o final de semana estão mantidas. O muro já foi reerguido e a área foi reforçada por agentes penitenciários e policiais. Ninguém foi preso.

O caso chama a atenção porque ocorreu pouco tempo depois do Governo do Estado anunciar que os presidiários em Pernambuco não seriam beneficiados com os  indultos de Natal e Ano Novo. A medida foi tomada pelo fato das metas de contenção à violência, estabelecidas pelo Pacto pela Vida, não terem sido alcançadas nos últimos dias. A promotoria da Vara de Execuções Penais já havia se manifestado sobre a decisão, alegando que a mesma fere os direitos do preso. Também por causa do alto número de crimes registrados, a Secretaria de Defesa Social anunciou a suspensão de férias e licenças de 2,5 mil policiais militares, civis e bombeiros para o mês de dezembro.

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247,apoie por Pix,inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista:

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO

Cortes 247

CONTINUA APÓS O ANÚNCIO
CONTINUA APÓS O ANÚNCIO