Fábrica de trackers fotovoltáicos será instalada em Palmas

Durante o I Seminário Internacional Palmas Solar, o representante do Grupo STI Norland, Javier Reclusa, anunciou a instalação da primeira fábrica de trackers fotovoltáicos do Brasil em Palmas; "Participamos do Leilão de Energia de Reserva (LER) realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em 2014 e fomos um dos ganhadores, com isso iremos instalar a primeira fábrica brasileira detrackers aqui em Palmas, pois além do potencial solar da cidade, contamos ainda com um prefeito visionário, entusiasta do ramo"; trackers que são dispositivos que orientam os painéis fotovoltaicos e acompanham a direção do sol aumentando a eficiência dos painéis e a geração de energia

Durante o I Seminário Internacional Palmas Solar, o representante do Grupo STI Norland, Javier Reclusa, anunciou a instalação da primeira fábrica de trackers fotovoltáicos do Brasil em Palmas; "Participamos do Leilão de Energia de Reserva (LER) realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em 2014 e fomos um dos ganhadores, com isso iremos instalar a primeira fábrica brasileira detrackers aqui em Palmas, pois além do potencial solar da cidade, contamos ainda com um prefeito visionário, entusiasta do ramo"; trackers que são dispositivos que orientam os painéis fotovoltaicos e acompanham a direção do sol aumentando a eficiência dos painéis e a geração de energia
Durante o I Seminário Internacional Palmas Solar, o representante do Grupo STI Norland, Javier Reclusa, anunciou a instalação da primeira fábrica de trackers fotovoltáicos do Brasil em Palmas; "Participamos do Leilão de Energia de Reserva (LER) realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em 2014 e fomos um dos ganhadores, com isso iremos instalar a primeira fábrica brasileira detrackers aqui em Palmas, pois além do potencial solar da cidade, contamos ainda com um prefeito visionário, entusiasta do ramo"; trackers que são dispositivos que orientam os painéis fotovoltaicos e acompanham a direção do sol aumentando a eficiência dos painéis e a geração de energia (Foto: Aquiles Lins)

Tocantins 247 - Durante o I Seminário Internacional Palmas Solar, que iniciou nesta segunda-feira, 29, no auditório Cuica/UFT, o business development manager do Grupo STI Norland, Javier Reclusa, anunciou a instalação da primeira fábrica de trackers fotovoltáicos do Brasil em Palmas.

Três componentes básicos integram o ramo de energia solar: os painéis, inversores e os trackers que são dispositivos que orientam vários painéis fotovoltaicos e acompanham a direção do sol aumentando a eficiência dos painéis e a geração de energia.

O grupo espanhol é o terceiro maior fabricante de trackers do mundo e, além da matriz na Espanha, conta com filiais no Brasil, Estados Unidos, Chile, Israel e África do Sul. A expansão no mercado conferiu ao grupo mais de 1000 MW em projetos solares fotovoltaicos.

"Participamos do Leilão de Energia de Reserva (LER) realizado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) em 2014 e fomos um dos ganhadores, com isso iremos instalar a primeira fábrica brasileira detrackers aqui em Palmas, pois além do potencial solar da cidade, contamos ainda com um prefeito visionário, entusiasta do ramo", evidenciou Reclusa.

Dos R$ 15 bilhões de investimentos para o setor garantidos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), 25% será para a STI Norland. A fábrica começará a ser construída em agosto deste ano e em dezembro, Reclusa aposta na fabricação dos primeiros protótipos. "Estamos prevendo a produção em série para 2016 e como a fábrica é automatizada contaremos, inicialmente, com 50 postos de empregos diretos", disse.

Palestra
Apresentando a experiência do projeto "50 Telhados Solares", Mauro Passos elucidou à plateia que energia solar não é custo, é investimento. "As coisas estão mudando, e pra melhor. O modelo que temos, nossa base hídrica, se exauriu e não podemos ser contra o que é bom pra todos. Precisamos nos adequar", alertou Passos.

"A apresentação do Mauro foi fantástica, ele entende muito de legislação e do Brasil. Espero contar com o apoio dele outras vezes, pois pretendemos solarizar todos os prédios públicos municipais a começar pelas escolas", adiantou o prefeito Carlos Amastha.

A pesquisadora russa doutoranda em Políticas de Energia Solar, Alina Guilmanova, ressaltou a importância do evento. "É uma oportunidade de pensarmos sobre uma energia limpa e acessível em que cada um deve fazer sua parte, não apenas esperar do poder público", enfatizou. (Com informações da Secom Palmas)

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247