Falso filho de Jarbas vai parar na prisão

Homem que se passava por filho do ex-governador e atual senador peemedebista foi preso por estelionato no bairro de Aldeia, em Camaragibe; ele ainda tentava seduzir várias mulheres com o charme do sobrenome

 Falso filho de Jarbas vai parar na prisão
Falso filho de Jarbas vai parar na prisão (Foto: Divulgação)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

PE247 – Por essa ninguém esperava. Um homem que se dizia filho do senador Jarbas Vasconcelos (PMDB) foi preso nesta manhã de hoje suspeito de estelionato, no bairro de Aldeia, na cidade de Camaragibe, no Grande Recife. De acordo com informações da polícia, o acusado se passava por filho do político, por ter o mesmo sobrenome, para facilitar a aplicação dos golpes. O homem se aproximava das vítimas e utilizava o nome delas para comprar bens e abrir firmas.

Utilizando a “grife” do peemedebista pernambucano, ele impressionava as mulheres dizendo ser filho do ex-governador. Segundo relatos da polícia, parte das vítimas gostaria de namorar o suposto “filho” do político, com o sonho de ingressar na família Vasconcelos. Ironicamente, o acusado foi denunciado pela ex-mulher. Pois, ao que parece, os golpes não estavam surtindo efeitos “financeiros”esperados e o criminoso não estava pagando em dia a pensão alimentícia dos seus filhos (de verdade).

O acusado foi detido no sítio onde ele residia, em Aldeia. “Quando chegamos lá, encontramos vários documentos, como carteiras de identidade e CPF. Ligamos para os donos e eles denunciaram que foram lesados pelo homem”, revelou a delegada titular da Delegacia de Capturas, Beatriuz Gibson. A polícia também encontrou máquinas de fazer cartão de crédito.

Segundo a polícia, pelo menos quatro mulheres se renderam aos “encantos” do falsário. As vítimas ainda serão ouvidas pela polícia. O impostor negou todas as acusações, alegando que as vítimas “seriam sócias” dele.

O homem que desejava ser filho de Jarbas será levado para Delegacia de Defraudação e Repreensão ao Estelionato, onde prestará depoimento. Ele não terá o tratamento especial. Sem palácios e amigos no Congresso, o homem deve seguir para o Centro de Triagem (Cotel), em Abreu e Lima, no Grande Recife.

 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email