Fascista agride Humberto Costa no Recife

Líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), foi agredido neste sábado (31) em uma livraria no centro do do Recife; segundo testemunhas, um homem teria se aproximado do parlamentar desferindo agressões verbais e pessoais; em seguida, Humberto teria sido agredido fisicamente pelo desconhecido; Em nota, Humberto disse que "o clima de ódio e intolerância perpetrado por aqueles que não aceitam o regime democrático extrapola situações e não respeita sequer o tempo dedicado à confraternização universal"; Humberto também disse que irá processar o agressor

Fascista agride Humberto Costa no Recife
Fascista agride Humberto Costa no Recife (Foto: Geraldo Magela)

Pernambuco 247 - O líder do PT no Senado, Humberto Costa (PE), foi agredido neste sábado em uma livraria no centro do do Recife. Segundo testemunhas, um homem teria se aproximado do parlamentar desferindo agressões verbais e pessoais. Em seguida, Humberto teria sido agredido fisicamente pelo desconhecido.

Em nota, Humberto disse que "o clima de ódio e intolerância perpetrado por aqueles que não aceitam o regime democrático extrapola situações e não respeita sequer o tempo dedicado à confraternização universal" e que diante das agressões "não tive outra coisa a fazer a não ser me defender e defender a minha integridade física",

Humberto também disse que irá processar o agressor. "Estamos requerendo as imagens feitas pelo serviço de câmeras da livraria. E estamos prestando uma queixa na Polícia Civil contra o meu agressor. Este episódio será apurado através dos canais competentes, ou seja, da polícia e da justiça. Trata-se de uma agressão gratuita, de caráter político, incompatível com a democracia", disse no texto.

Leia a íntegra da nota. 

O clima de ódio e intolerância perpetrado por aqueles que não aceitam o regime democrático extrapola situações e não respeita sequer o tempo dedicado à confraternização universal. Exemplo disso foi a agressão covarde que sofri hoje, último dia do ano, quando comprava livros na livraria Cultura, no Paço Alfândega, Bairro do Recife Antigo. Sem qualquer motivo, fui atacado, enquanto fazia uma consulta sobre livros, por uma pessoa completamente descompensada. Primeiro, verbalmente, tratado por vários impropérios. Não satisfeito, o agressor partiu para o ataque físico, o que foi testemunhado por vários clientes da Livraria. Não tive outra coisa a fazer a não ser me defender e defender a minha integridade física. Estamos requerendo as imagens feitas pelo serviço de câmeras da livraria. E estamos prestando uma queixa na Polícia Civil contra o meu agressor. Este episódio será apurado através dos canais competentes, ou seja, da polícia e da justiça. Trata-se de uma agressão gratuita, de caráter político, incompatível com a democracia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247