Fascistas arrombam sede do diretório do PT em BH

O diretório do PT em Belo Horizonte (MG) também teve um computador e um telefone danificados na madrugada deste sábado (19); segundo o partido, é a terceira vez que o local é alvo de ações de vandalismo – os outros foram na sexta-­feira (18), quando uma tinta azul foi jogada na parede, e em 5 de março, quando tinta, farinha e ovos foram atirados no imóvel; de acordo com a Secretaria de Comunicação do PT-MG, “esses atentados terroristas são inaceitáveis"; "Não vamos permitir que cenas como as que vimos durante o período negro da história recente do País, sejam repetidos"

O diretório do PT em Belo Horizonte (MG) também teve um computador e um telefone danificados na madrugada deste sábado (19); segundo o partido, é a terceira vez que o local é alvo de ações de vandalismo – os outros foram na sexta-­feira (18), quando uma tinta azul foi jogada na parede, e em 5 de março, quando tinta, farinha e ovos foram atirados no imóvel; de acordo com a Secretaria de Comunicação do PT-MG, “esses atentados terroristas são inaceitáveis"; "Não vamos permitir que cenas como as que vimos durante o período negro da história recente do País, sejam repetidos"
O diretório do PT em Belo Horizonte (MG) também teve um computador e um telefone danificados na madrugada deste sábado (19); segundo o partido, é a terceira vez que o local é alvo de ações de vandalismo – os outros foram na sexta-­feira (18), quando uma tinta azul foi jogada na parede, e em 5 de março, quando tinta, farinha e ovos foram atirados no imóvel; de acordo com a Secretaria de Comunicação do PT-MG, “esses atentados terroristas são inaceitáveis"; "Não vamos permitir que cenas como as que vimos durante o período negro da história recente do País, sejam repetidos" (Foto: Leonardo Lucena)

Minas 247 - O diretório do PT em Belo Horizonte (MG) foi arrombado e teve um computador e um telefone danificados na madrugada deste sábado (19). De acordo com o partido, é a terceira vez que o local é alvo de ações de vandalismo – os outros foram na sexta-­feira (18), quando uma tinta azul foi jogada na parede, e em 5 de março, data em que tinta, farinha e ovos foram atirados no imóvel.

A porta do diretório foi quebrada e os vândalos deixaram panfletos espalhados pelo chão, segundo a polícia. Não havia ninguém da sigla no local no momento da ação. Informações preliminares dão conta que os funcionários não viram os responsáveis pelo ataque.

O Secretário Geral do PT de Belo Horizonte, Geraldo Arco-Verde, afirmou que este é mais um ato fascista contra o PT e seus militantes, lançando alerta para a insegurança insuflada por grupos de direita.

De acordo com o secretário de Comunicação do PT-MG, deputado Ulysses Gomes, “esses atentados terroristas são inaceitáveis". "Não vamos permitir que cenas como as que vimos durante o período negro da história recente do país, sejam repetidos", disse.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247