FBC: 'Campos lançará candidatura em fevereiro'

Durante o almoço de confraternização com a imprensa, o ex-ministro da Integração Nacional Fernando Bezerra Coelho (PSB) informou o governador de Pernambuco e presidenciável pelo PSB, Eduardo Campos, deverá oficializar a candidatura à Presidência da República em fevereiro de 2014; já o anúncio do candidato e do vice para a eleição estadual deve ser indicado em março; FBC é um dos nomes cotados para disputar o governo pernambucano

Durante o almoço de confraternização com a imprensa, o ex-ministro da Integração Nacional Fernando Bezerra Coelho (PSB) informou o governador de Pernambuco e presidenciável pelo PSB, Eduardo Campos, deverá oficializar a candidatura à Presidência da República em fevereiro de 2014; já o anúncio do candidato e do vice para a eleição estadual deve ser indicado em março; FBC é um dos nomes cotados para disputar o governo pernambucano
Durante o almoço de confraternização com a imprensa, o ex-ministro da Integração Nacional Fernando Bezerra Coelho (PSB) informou o governador de Pernambuco e presidenciável pelo PSB, Eduardo Campos, deverá oficializar a candidatura à Presidência da República em fevereiro de 2014; já o anúncio do candidato e do vice para a eleição estadual deve ser indicado em março; FBC é um dos nomes cotados para disputar o governo pernambucano (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Mariana Almeida, Pernambuco 247 – O governador de Pernambuco e presidenciável pelo PSB, Eduardo Campos, deverá oficializar a candidatura à Presidência da República em fevereiro de 2014. A informação veio do ex-ministro da Integração Nacional Fernando Bezerra Coelho (PSB), nesta quarta-feira (18), durante o almoço de confraternização com a imprensa. Segundo o socialista, apesar de oficializar a candidatura daqui a dois meses, o chefe do Executivo pernambucano só deixará o cargo em abril, após outra solenidade realizada pelo partido. Já o anúncio de quem será o escolhido por Campos para disputar o governo estadual e do vice deverá ser feito em março.

Questionado sobre a visita de Dilma a Pernambuco nesta terça-feira (17), FBC afirmou que não "foi convidado" para o evento. "Não fui chamado para não constranger os senadores Humberto Costa [PT] e Armando Monteiro [PTB]. E Eduardo não me levou para não parecer um gesto de afronta à presidente Dilma [Rousseff, PT]", declarou Bezerra Coelho.

O senador petebista é pré-candidato ao governo estadual e deve ter apoio do PT na formação de um palanque, com os petistas na vice, para dar musculatura à candidatura da presidente Dilma Rousseff (PT) no estado. Embora não haja oficialização sobre o rumo que o Partido dos Trabalhadores deverá tomar em 2014 no estado, segundo os bastidores, o nome mais cotado é o do deputado federal João Paulo, ex-prefeito do Recife.

Com as articulações de Campos junto a lideranças políticas e empresarias, surgiram especulações de que FBC poderia se filiar ao PT para bater de frente com o PSB e disputar a eleição estadual em 2014, tendo o apoio de fortes cabos eleitorais como Dilma e o ex-presidente Lula.

Na confraternização, o ministro negou que tenha sido convidado para integrar os quadros do PT. "Em nenhum momento recebi convite para me filiar ao PT. A única coisa que os petistas pediam era para eu intermediar a continuação de uma aliança entre o PSB e PT para as próximas eleições", afirmou.

Corrida eleitoral

O ex-ministro está entre os nomes mais cotados para disputar o governo estadual em 2014. Além dele figuram no páreo os secretários Tadeu Alencar (Casa Civil) e Paulo Câmara (Fazenda) e o vice-governador João Lyra Neto. O ministro tem viajado pelo interior de Pernambuco na tentativa de buscar apoio de diversas lideranças pernambucanas.

Curiosamente, uma das maiores lideranças do PSDB em Pernambuco, o prefeito de Jaboatão dos Guararapes, Elias Gomes, atestou, no último dia 6, apoio ao ex-ministro e afirmou que FBC é "capacitado para ocupar qualquer cargo público". "Estamos na expectativa e no aguardo da decisão de Eduardo Campos, mas independentemente da decisão estamos unidos no processo", afirmou Coelho, durante o evento.

O socialista também obteve o apoio do seu correligionário e prefeito de Escada (Grande Recife), Lucrécio Gomes, e, nesta terça-feira (17), foi a vez do prefeito de Camaragibe, Jorge Alexandre (PSDB), defender a candidatura de FBC ao governo estadual, durante a entrega do título de cidadão camaragibense ao ex-ministro da Integração Nacional, na Câmara de Vereadores do município.

"São gestores como ele que nosso estado precisa para continuar com o desenvolvimento que o governador Eduardo Campos iniciou na história de Pernambuco. Eu tenho dito sim para tudo e para todos que queiram o desenvolvimento de nossa cidade. E Camaragibe diz sim à candidatura do ministro Fernando Bezerra a governador do Estado de Pernambuco", disse o tucano.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247