FBC é acusado de favorecer empresa de amigo

Segundo a Folha de S. Paulo, a Project Projetos Técnicos, que pertence a um amigo e correligionário do ministro da Integração, foi escolhida para firmar um contrato milionário com a Codevasf. Curiosamente, a empresa apresentou preço mais alto do que as concorrentes no processo de licitação.    

FBC é acusado de favorecer empresa de amigo
FBC é acusado de favorecer empresa de amigo (Foto: Antônio Cruz/ABr)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Tércio Amaral_PE247 – Inferno astral. Talvez seja essa a melhor expressão para explicar o momento do ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho (PSB). O socialista foi alvo de uma nova acusação nesta quarta-feira (11). Segundo o jornal Folha de S. Paulo, uma empresa de um amigo e correligionário de Bezerra foi escolhida para firmar um contrato milionário com a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf).

A empresa acusada de favorecimento político é a Project Projetos Técnicos, cuja propriedade é do amigo de Bezerra e também filado ao PSB, o empresário João Recena. No ano passado, a companhia faturou um contrato de R$ 4,2 milhões em Pernambuco. Misteriosamente, a Project apresentou o preço mais alto do que as outras cinco concorrentes no processo de licitação. A Project informou, por meio da assessoria de imprensa, que “não há vinculação político-partidária” na escolha.

Desde o ano de 2009, a Project faturou em contratos com o Ministério da Integração Nacional R$ 34,5 milhões. Deste valor, 90% dos recursos saíram dos cofres da Codevasf. No último dia 6, a Casa Civil da Presidência da República emitiu uma nota sobre a mudança na cúpula da Codevasf, confirmando a indicação de Guilherme Almeida para a presidência da entidade. Antes da decisão, Clementino de Souza Coelho - irmão do ministro Fernando Bezerra Coelho - ocupava interinamente a presidência do órgão.

Esclarecimentos ao Congresso

Após estas e outras denúncias, a exemplo do suposto favorecimento no envio de recursos pela pasta de Integração ao seu Estado de origem, Fernando Bezerra Coelho deve ir ao Congresso, nesta quinta-feira (12), para prestar esclarecimentos à comissão representativa, que se reunirá durante o recesso parlamentar.

O encontro com os parlamentares servirá para que Bezerra se defenda das denúncias envolvendo sua atuação na pasta. O filho do ministro, o deputado federal Fernando Bezerra Coelho Filho (PSB-PE), também vem sendo acusado de favorecimento. O parlamentar teve todas as emendas destinadas à pasta liberadas.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email