Fernando Hugo critica Adail Carneiro: “ato de canalhice”

Em pronunciamento na Assembleia nesta quarta (27), o deputado estadual Fernando Hugo (PP) fez duras críticas ao colega de partido Adail Carneiro, que votou a favor do impeachment da presidente Dilma (PT) mesmo tento garantido que votaria contra. O parlamentar ressaltou que, após o voto, Adail assumiu a presidência do PP no Ceará. "Um ato de canalhice e não tem vocabulário a mais que defina o que foi feito", disse

Em pronunciamento na Assembleia nesta quarta (27), o deputado estadual Fernando Hugo (PP) fez duras críticas ao colega de partido Adail Carneiro, que votou a favor do impeachment da presidente Dilma (PT) mesmo tento garantido que votaria contra. O parlamentar ressaltou que, após o voto, Adail assumiu a presidência do PP no Ceará. "Um ato de canalhice e não tem vocabulário a mais que defina o que foi feito", disse
Em pronunciamento na Assembleia nesta quarta (27), o deputado estadual Fernando Hugo (PP) fez duras críticas ao colega de partido Adail Carneiro, que votou a favor do impeachment da presidente Dilma (PT) mesmo tento garantido que votaria contra. O parlamentar ressaltou que, após o voto, Adail assumiu a presidência do PP no Ceará. "Um ato de canalhice e não tem vocabulário a mais que defina o que foi feito", disse (Foto: Rodrigo Rocha)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Ceará247 - A votação do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) na Câmara dos Deputados, no último dia 17, continua rendendo discussões acaloradas na Assembleia Legislativa. Nesta quarta-feira (27), o deputado estadual Fernando Hugo (PP) criticou duramente o colega de partido, deputado federal Adail Carneiro (PP), que votou a favor do impedimento embora tenha garantido que iria votar contra. Filiado recentemente ao Partido Progressista, o parlamentar também condenou decisão da direção nacional do PP em intervir no diretório estadual do partido.

Segundo o parlamentar, poucas horas antes de votar pelo impeachment, Adail Carneiro almoçou com a presidente Dilma e com o governador do Estado, Camilo Santana (PT), e reafirmou o compromisso com a gestão. “O político Adail Carneiro fez um ato de canalhice e não tem vocabulário a mais que defina o que foi feito”, opinou.

Fernando Hugo ressaltou que após de ter votado a favor do impeachment de Dilma, Adail Carneiro assumiu a presidência do PP, tirando padre Zé Linhares do comando. “Não é assim que se cresce. Padre Zé Linhares, é honrado, ético e humilde. Não merecia isso. Não é ato de um homem”, apontou.

O parlamentar salientou ainda que o que aconteceu com o PP cearense “foi uma grande inconsequência e maltrata a todos os filiados”. “Está nos jornais as fotos de Adail Carneiro abraçando a presidente. Esse tipo de canalhice nem no IPPS se encontra. É uma indignidade comportamental”, criticou.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247