Fifa diz que executivos venderam votos para escolha de sede da Copa

Fifa informou que membros do seu comitê executivo venderam seus votos em candidaturas para sedes da Copa do Mundo, incluindo para o torneio realizado na África do Sul, em 2010; segundo documento entregue a um tribunal norte-americano; os ex-membros do Comitê Executivo Chuck Blazer, Jack Warner, dentre outros, arquiteraram uma propina de US$ 10 milhões em troca de votos do comitê para a realização da Copa do Mundo de 2010, que acabou sendo realizada na África do Sul

Fifa informou que membros do seu comitê executivo venderam seus votos em candidaturas para sedes da Copa do Mundo, incluindo para o torneio realizado na África do Sul, em 2010; segundo documento entregue a um tribunal norte-americano; os ex-membros do Comitê Executivo Chuck Blazer, Jack Warner, dentre outros, arquiteraram uma propina de US$ 10 milhões em troca de votos do comitê para a realização da Copa do Mundo de 2010, que acabou sendo realizada na África do Sul
Fifa informou que membros do seu comitê executivo venderam seus votos em candidaturas para sedes da Copa do Mundo, incluindo para o torneio realizado na África do Sul, em 2010; segundo documento entregue a um tribunal norte-americano; os ex-membros do Comitê Executivo Chuck Blazer, Jack Warner, dentre outros, arquiteraram uma propina de US$ 10 milhões em troca de votos do comitê para a realização da Copa do Mundo de 2010, que acabou sendo realizada na África do Sul (Foto: Paulo Emílio)

Reuters - A Fifa informou nesta quarta-feira que membros do seu comitê executivo venderam no passado seus votos em candidaturas para sedes da Copa do Mundo, incluindo para o torneio realizado na África do Sul, em 2010.

"Está claro que diversos membros do Comitê Executivo da Fifa abusaram de suas posições e venderam seus votos em diversas ocasiões", disse a entidade máxima do futebol mundial em documento entregue a um tribunal norte-americano.

Segundo o documento, os ex-membros do Comitê Executivo Chuck Blazer, Jack Warner e outros indivíduos arquiteraram uma propina de 10 milhões de dólares em troca de votos do comitê para a realização da Copa do Mundo de 2010, que acabou sendo realizada na África do Sul.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247