Fifa vai investigar denúncia de "árbitro amigo"

O ex-rbitro Gutemberg de Paula Fonseca acusou o presidente da Comisso de Arbitragem da CBF, Srgio Corra, de corrupo e insinuou ter recebido ordens para beneficiar o Corinthians no Campeonato Brasileiro de 2010

Fifa vai investigar denúncia de "árbitro amigo"
Fifa vai investigar denúncia de "árbitro amigo" (Foto: FERNANDO SOUTELLO/Agência Estado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - As denúncias feitas pelo ex-árbitro Gutemberg de Paula Fonseca, que acusa o presidente da Comissão de Arbitragem da CBF, Sérgio Corrêa, de corrupção, chegaram aos ouvidos da Fifa. A entidade decidiu investigar o caso.

O esforço em tirar essa história a limpo faz parte de uma operação mundial que tem o objetivo de lutar contra o crime organizado e apostas ilegais no futebol – que movimentam US$ 500 bilhões (R$ 925 bilhões) por ano, segundo o Estado de S. Paulo. A Fifa mandou nesta semana um de seus agentes ao Brasil e confirmou que investigações conduzidas na Itália e na Argentina apontam para o envolvimento de apostas ilegais no Brasil, além de outros crimes que envolvem jogadores e árbitros.

No Brasil, as denúncias foram feitas por Fonseca m entrevista à Rádio Jovem Pan. Além de acusar o chefe dos árbitros da CBF, ele insinuou que teria recebido ordens para beneficiar o Corinthians no Campeonato Brasileiro de 2010.

Documentos revelados ontem pela Fifa apontam o tamanho da infiltração do crime organizado no futebol mundial. A empresa Footy Media, com sede em Londres, fechou acordo com uma federação nacional para a organização de amistosos com resultados já combinados. Em uma das mensagens interceptadas, a empresa do criminoso Perumal Wilson garantia que pagaria US$ 10 mil (R$ 18,5 mil) aos cartolas locais para facilitar a realização de um jogo. Em outro e-mail, de 2008, US$ 100 mil (R$ 185 mil) seriam dados para um clube em troca de acordo sobre o placar de uma partida da Liga dos Campeões da África. "Queremos dois gols em cada metade do jogo e vocês podem fazer mais um depois do quarto gol", dizia o texto com as instruções, revela publicação do Estado de S. Paulo.

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email