Filho de 16 anos da cantora Walkyria Santos se suicida após ataques homofóbicos no Tik Tok

Em vídeo publicado no Instagram, Walkyria Santos fez um apelo contra a homofobia

www.brasil247.com -
(Foto: Reprodução)


247 - O jovem Lucas Santos, de 16 anos, filho da cantora de forró Walkyria Santos, se suicidou nesta terça-feira (3), após ser alvo de vários comentários homofóbicos contra ele por conta de um vídeo publicado no Tik Tok. Lucas foi encontrado morto no condomínio onde morava com a mãe, em Natal, capital do Rio Grande do Norte.

No vídeo em questão, Lucas aparece ao lado de um amigo, e em algumas vezes que iam conversar, eles simulavam como se fossem se beijar, o que nem chega a acontecer. Com a repercussão negativa, o jovem chegou a gravar um novo vídeo no TikTok pedindo desculpas. “Somos apenas amigos, e somos héteros. […] Eu pensei: ‘Pô, por que eu não posto e ganho umas 500 visualizações?’. Acabou que virou mil, dez mil… Eu tô basicamente fazendo isso [pedindo desculpas] pra não tomar uma surra tão grande, tão merecida, porque eu vou morrer. Mas é isso, somos apenas amigos. Eu não sabia que ia dar essa repercussão toda”, afirma o jovem no vídeo. 

Em vídeo publicado no Instagram, Walkyria Santos fez um apelo contra a homofobia. “Mas estou aqui como uma mãe pedindo para que vocês vigiem e fiquem alerta. Eu fiquei o que pude. Ele já tinha mostrado sinais, eu já tinha levado a psicólogo, mas foi isso, foram só os comentários na internet, nesse TikTok nojento que fez (sic) com que ele chegasse a esse ponto. Eu estou desolada. Que Deus conforte o coração da minha família e que vocês vigiem que a internet está doente. Quando as pessoas estão fracas, que não se aguentam, que vocês vigiem”, pediu.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Walkyria Santos (@walkyriasantosoficial)

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email