Finalista, Uruguai rechaça favoritismo na Copa América

Aps vitria de 2 a 0 contra o Peru, com dois gols Luis Surez, seleo uruguaia aguarda a deciso de seu prximo adversrio, que ser definido hoje, em jogo entre Paraguai e Venezuela

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Depois de vencer o Peru por 2 a 0, na noite da última terça-feira, em La Plata, o Uruguai tratou de rechaçar o favoritismo ao título que já começam a creditar a ele antes da decisão da Copa América, cujo segundo finalista será definido nesta quarta, às 21h45, em Mendoza, no confronto entre Paraguai e Venezuela.

Em solo argentino, o Uruguai tentará ganhar o seu 15.º título da Copa América e se tornar o maior vencedor da história da competição. Atualmente, o país divide a liderança de conquistas com a Argentina, com 14 troféus para cada um, mas os jogadores uruguaios e o técnico Oscar Tabárez deixam a tradição de lado ao falar da chance de serem campeões.

"A imprensa e a torcida nos colocam como favoritos, mas sabemos que, hoje em dia, contra o rival que nós enfrentarmos, vai ser complicado", afirmou o atacante Diego Forlán, eleito pela Fifa o melhor jogador da Copa do Mundo de 2010. "Não vamos (à final) como favoritos de nada", acrescentou o atleta, que não se ilude com os resultados expressivos dos últimos tempos, como por exemplo o quarto lugar no Mundial do ano passado.

Forlán ainda não marcou gols nesta Copa América, mas um de seus arremates ocasionou o rebote que originou a abertura do placar diante dos peruanos, por meio de Luis Suárez. E, na final do próximo domingo, Oscar Tabárez espera que o seu astro possa voltar a ser decisivo para os uruguaios, que na última edição do torneio, em 2007, foram eliminados pelo Brasil, nos pênaltis, na semifinal.

"Nós vamos jogar a final e estamos muito felizes. Na Copa América anterior, fomos eliminados por uma definição (por pênaltis)", lembrou Oscar Tabárez, que fez vários elogios a Luis Suárez, autor dos dois gols da vitória sobre o Peru.

"É um grande atacante, da elite dos atacantes do futebol mundial. Para nós, (Suárez) não é um descobrimento", disse, para depois acrescentar: "É um jogador que faz muitos gols e obriga, por exemplo, que lhe façam 13 faltas na partida contra a Argentina (pelas quartas de final)".

Com a atuação decisiva da última terça, em La Plata, Suárez se igualou a Agüero, da Argentina, na artilharia desta Copa América com três gols cada um.

Veja abaixo os gols da vitória uruguaia:

 

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email