Florence: prisão de Geddel fecha cerco sobre Temer

Deputado federal Afonso Florence (PT-BA) que a prisão do ex-ministro Geddel Vieira Lima nesta sexta-feira, 8, pela Polícia Federal deverá enfraquecer Michel Temer diante da nova denúncia que será apresentada contra ele pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot; Florence avalia a prisão "era prevista" e que o cerco "se fecha em torno de Temer"; "O tripé do golpe na Bahia perde um dos pilares. Sobraram Imbassahy ao lado de Temer e ACM Neto tentando passar despercebido como da turma de Geddel e Temer", afirmou

Deputado federal Afonso Florence (PT-BA) que a prisão do ex-ministro Geddel Vieira Lima nesta sexta-feira, 8, pela Polícia Federal deverá enfraquecer Michel Temer diante da nova denúncia que será apresentada contra ele pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot; Florence avalia a prisão "era prevista" e que o cerco "se fecha em torno de Temer"; "O tripé do golpe na Bahia perde um dos pilares. Sobraram Imbassahy ao lado de Temer e ACM Neto tentando passar despercebido como da turma de Geddel e Temer", afirmou
Deputado federal Afonso Florence (PT-BA) que a prisão do ex-ministro Geddel Vieira Lima nesta sexta-feira, 8, pela Polícia Federal deverá enfraquecer Michel Temer diante da nova denúncia que será apresentada contra ele pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot; Florence avalia a prisão "era prevista" e que o cerco "se fecha em torno de Temer"; "O tripé do golpe na Bahia perde um dos pilares. Sobraram Imbassahy ao lado de Temer e ACM Neto tentando passar despercebido como da turma de Geddel e Temer", afirmou (Foto: Aquiles Lins)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Bahia 247 - O deputado federal Afonso Florence (PT-BA) que a prisão do ex-ministro Geddel Vieira Lima nesta sexta-feira, 8, pela Polícia Federal deverá enfraquecer Michel Temer diante da nova denúncia que será apresentada contra ele pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.  

Geddel, preso dias depois da PF encontrar R$ 51 milhões em espécie num apartamento ligado a ele em Salvador, era um dos principais homens de confiança de Michel Temer e forte aliado do prefeito de Salvador, ACM Neto (DEM). "Era prevista" e que o cerco "se fecha em torno de Temer", disse Florence.

O deputado petista disse também que ACM Neto fica mais fraco. "O tripé do golpe na Bahia perde um dos pilares. Sobraram Imbassahy ao lado de Temer e ACM Neto tentando passar despercebido como da turma de Geddel e Temer", afirmou. 

 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247