Flu passa no teste da Bombonera e bate Boca

Pela Libertadores, equipe derruba invencibilidade de 36 jogos do argentino Boca Juniores; time saiu na frente, sofreu o empate, mas reagiu com Deco e marcou um histrico 2 a 1 no estdio mais temido da Amrica do Sul

Flu passa no teste da Bombonera e bate Boca
Flu passa no teste da Bombonera e bate Boca (Foto: Enrique Marcarian/REUTERS)

O Fluminense ignorou a mística da Bombonera e calou mais de 40 mil fanáticos torcedores do Boca Juniors ao derrotar o time argentino por 2 a 1, nesta quarta à noite, em Buenos Aires. Foi uma vitória tática do técnico Abel Braga, responsável por manter o esquema ofensivo do time, sem se deixar intimidar pela invencibilidade de 36 jogos do adversário. Com o resultado, o Fluminense saltou para 6 pontos e é líder isolado do Grupo 4 da Libertadores.

Logo no início ficou clara a opção de Abel. O Fluminense jogava com velocidade em busca do gol. Em cobrança de falta, Deco alçou a bola na cabeça de Fred, que abriu o placar. O gol serviu de alerta para os donos da casa e deixou eufóricos cerca de 4 mil torcedores do clube carioca. A pressão esperada do Boca não chegava. O time tricolor sabia se defender bem e controlava o jogo.

No Boca, somente Riquelme se destacava. Com habilidade, dava passes certos, driblava e levava perigo a Diego Cavalieri. Os donos da casa estiveram próximos do empate nos minutos finais do primeiro tempo. Mas o goleiro do Fluminense se sobressaiu, com três grandes defesas.

No primeiro minuto da etapa final, Riquelme beijou a bola a depois cobrou falta com categoria. Ela bateu na trave, resvalou em Cavalieri e sobrou para Somoza empatar. Parecia o despertar da reação. O Boca se animou, partiu para cima, mas de novo foi surpreendido pelo ataque do Flu. Numa arrancada rápida pela esquerda, Wellington Nem se livrou do marcador e cruzou na medida para Deco fazer o gol da vitória.

Bem que o Boca tentou igualar o placar mais uma vez, a fim, pelo menos, se manter invicto. Esbarrou num time compacto, bem distribuído e muito eficiente. O Fluminense mostrou que é um dos grandes favoritos ao título da Libertadores.

FICHA TÉCNICA

BOCA JUNIORS 1 x 2 FLUMINENSE

BOCA JUNIORS - Orion; Roncaglia, Caruzzo, Insaurralde e Rodriguez; Somoza, Rivero (Chávez), Erviti (Lugo) e Riquelme; Mouche (Araújo) e Santiago Silva. Técnico: Julio Cesar Falcioni.

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Bruno (Jean), Digão, Anderson e Carlinhos; Valencia, Diguinho, Thiago Neves (Rafael Sóbis), Deco (Edinho) e Wellington Nem; e Fred. Técnico: Abel Braga.

GOLS - Fred, aos 9 minutos do primeiro tempo; Somoza, a 1, e Deco, aos 9 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Insaurralde, Roncaglia e Diguinho.

ÁRBITRO - Carlos Amarilla (Fifa-Paraguai).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio de La Bombonera, em Buenos Aires (Argentina).

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247