Fluminense repudia vídeo homofóbico de vascaíno: sexualidade é diversidade

O Fluminense publicou nota oficial em repúdio à provocação de cunho homofóbico de um jogador do Vasco Fellipe Bastos, após a vitória de 1x0 sobre o tricolor, o que garantiu a conquista da Taça Guanabara pelo alvinegro; no Twitter, o Fluminense cobrou respeito à população LGBT do Brasil; "Sexualidade é diversidade", disse; em nota o tricolor afirmou entender "uma vitória seguida de homofobia é uma derrota para o esporte"

Fluminense repudia vídeo homofóbico de vascaíno: sexualidade é diversidade
Fluminense repudia vídeo homofóbico de vascaíno: sexualidade é diversidade (Foto: Carlos Gregório/Vasco.com.br)

247 - O Fluminense publicou nota oficial nesta segunda-feira (18) em repúdio à provocação de cunho homofóbico de um jogador do Vasco Fellipe Bastos, após a vitória de 1x0 sobre o tricolor, o que garantiu a conquista da Taça Guanabara pelo alvinegro.

Reserva do Vasco, Bastos foi à cerimônia de premiação e gravou um vídeo ao lado de um funcionário do clube. "Série C do c... Vai tomar no c... Time de v...Time de v...", cantou o jogador.

No Twitter, o Fluminense cobrou respeito à população LGBT do Brasil. "Sexualidade é diversidade. A intolerância não pode ter mais espaço na nossa sociedade. O Fluminense é um #TimeDeTodos, como todo clube deveria ser. E lamenta que alguns ainda deem lugar para o preconceito", escreveu.

Em nota, o tricolor afirmou entender que "uma vitória seguida de homofobia é uma derrota para o esporte. Para a sociedade. E o país onde mais se assassina LGBTs no mundo não pode deixar uma demonstração tão clara de preconceito morrer. Por respeito. Por justiça. Por humanidade. O Fluminense, assim como todo clube de futebol, é feito de homens e mulheres de várias cores, condições sociais, sexualidades. E tem muito orgulho de cada um de seus torcedores. Por isso faz questão de afirmar, quantas vezes for necessária, que é um #timedetodos", disse.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247