Folha 'denuncia' falsos manifestantes na Paulista

Jornal teria presenciado o pagamento de até R$ 70 a homens e mulheres pela participação no ato sindical pelo Dia de Luta. Eles vestiam camisetas da UGT (União Geral dos Trabalhadores) e da CSB (Central dos Sindicatos Brasileiros), mas negaram qualquer relação com os sindicatos 

Folha 'denuncia' falsos manifestantes na Paulista
Folha 'denuncia' falsos manifestantes na Paulista

247 – Reportagem da Folha desta sexta-feira afirma ter presenciado o pagamento a manifestantes pela participação na mobilização sindical pelo Dia de Luta. Segundo relatos dos repórteres, um grupo de 80 pessoas com camisetas da UGT (União Geral dos Trabalhadores) trocaram uma pulseira numerada por R$ 70, com direito a recibo. As pessoas teriam confirmado que não tinham relação com sindicatos.

No documento, consta que o pagamento é uma ajuda de custo para alimentação e transporte. Na parte de cima do papel, há impressa a data e o nome da manifestação: "11 de julho - Dia de Luta".

A UGT, presidida por Ricardo Patah, sindicalista filiado ao PSD, partido do ex-prefeito Gilberto Kassab, negou a informação.

A Folha reproduziu ainda uma conversa com um rapaz e uma mulher com camisa da CSB (Central dos Sindicatos Brasileiros), que teriam recebido R$ 50 pela participação na mobilização.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247