Fórum fortalece luta pela implantação do Curso de Medicina em Quixadá

A primeira reunião do Fórum Permanente de Debates que luta pela implantação do curso de medicina na cidade de Quixadá ganhou força na noite desta quarta-feira, 4, no auditório da Câmara Municipal de Quixadá. Na ocasião, foi criado um comitê formado pelo prefeito municipal, João Hudson; presidente da Câmara, vereador Duda; representações das instituições de ensino superior incluindo a Faculdade Católica Rainha do Sertão, Faculdade de Educação, Ciências e Letras do Sertão Central (FECLESC), Instituto Federal do Ceará (IFCE) e Universidade Federal do Ceará (UFC), entre outros

A primeira reunião do Fórum Permanente de Debates que luta pela implantação do curso de medicina na cidade de Quixadá ganhou força na noite desta quarta-feira, 4, no auditório da Câmara Municipal de Quixadá. Na ocasião, foi criado um comitê formado pelo prefeito municipal, João Hudson; presidente da Câmara, vereador Duda; representações das instituições de ensino superior incluindo a Faculdade Católica Rainha do Sertão, Faculdade de Educação, Ciências e Letras do Sertão Central (FECLESC), Instituto Federal do Ceará (IFCE) e Universidade Federal do Ceará (UFC), entre outros
A primeira reunião do Fórum Permanente de Debates que luta pela implantação do curso de medicina na cidade de Quixadá ganhou força na noite desta quarta-feira, 4, no auditório da Câmara Municipal de Quixadá. Na ocasião, foi criado um comitê formado pelo prefeito municipal, João Hudson; presidente da Câmara, vereador Duda; representações das instituições de ensino superior incluindo a Faculdade Católica Rainha do Sertão, Faculdade de Educação, Ciências e Letras do Sertão Central (FECLESC), Instituto Federal do Ceará (IFCE) e Universidade Federal do Ceará (UFC), entre outros (Foto: Renata Paiva)

Ceará 247 - A luta pela implantação do curso de medicina na cidade de Quixadá ganhou força na noite desta quarta-feira, 4 de março, no auditório da Câmara Municipal de Quixadá, por ocasião da primeira reunião do Fórum Permanente de Debates, proposto pelo vereador Higo Carlos. Pela primeira vez na história recente do município, políticos que tradicionalmente divergem em campanhas eleitorais, demonstraram união e compartilham de um desejo comum, que é a garantia da liberação do curso de medicina para a Terra dos Monólitos. 

Após quase três horas de discussões os presentes chegaram ao um consenso, sendo criado um comitê formado pelo prefeito municipal, João Hudson; presidente da Câmara, vereador Duda; representações das instituições de ensino superior incluindo a Faculdade Católica Rainha do Sertão, Faculdade de Educação, Ciências e Letras do Sertão Central (FECLESC), Instituto Federal do Ceará (IFCE) e Universidade Federal do Ceará (UFC). 

O comitê conta ainda com o representante da deputada Estadual Rachel Marques, ex-prefeito de Quixadá Ilário Marques; representante da imprensa, jornalista e presidente da Associação de Imprensa do Sertão Central, Wanderley Barbosa; médico cardiologista Dr. Ricardo Silveira; representante do setor empresarial, presidente do CDL, Carlos Henrique; Sindicatos representantes dos trabalhadores; vereadores Higo Carlos e Pedro Baquit, respectivamente, presidente e secretário do Fórum de Debates. 

O movimento ganhou reforço também do vizinho município Choró, o prefeito Dé, disse não haver dúvidas do apoio à cidade de Quixadá.  Neste sentido, o presidente da Câmara, vereador Duda encaminhou que a ação fosse estendida as cidades da região.  

O diretor da Faculdade Católica, professor Manoel Messias, foi enfático ao dizer que primeiro é preciso pensar em trazer o curso para o município, e somente depois ser discutido em qual instituição vai ficar. 
O diretor da FECLESC, professor doutor Alberto Jorge, demonstrou confiança e avaliou que há uma quantidade considerável de lideranças políticas e que o momento é propício por ter as representações em espaços onde são tomadas as decisões.     

Para o diretor da Faculdade CISNE, José Nilson, faz-se necessário sair do campo das discussões e partir para a ação. Ele disse que as decisões políticas definem de fato a concretude da nação e falou que o curso de medicina dará uma contribuição real para a melhoria da qualidade no atendimento da saúde, e nas demais áreas, e será uma impulsionadora da linha de desenvolvimento econômico e social da região.

Otimista, o representante da deputada Estadual Rachel Marques, ex-prefeito de Quixadá, Ilário Marques, relatou que é inevitável que o curso venha para a Terra dos Monólitos, porém lembrou que é preciso lutar pela conquista. Marques ressaltou que a discussão só está sendo possível por haver iniciativas do Governo Federal como PROUNE, FIES e por força da lei que criou o Programa Mais Médicos ampliando as ofertas de novos cursos em todo o Brasil.

O deputado Estadual e secretário da Pesca e Aquicultura do Ceará, Osmar Baquit, levou a mensagem do governador Camilo Santana. Segundo informou Osmar, Camilo está na luta e há a possibilidade do mesmo acompanhar a comissão de quixadaenses na reunião no Ministério da Educação, em Brasília. 

O deputado federal Odorico Monteiro, não pode comparecer ao evento, e foi representado pelo seu assessor Zezé Medeiros, que anunciou medidas adotadas por Odorico, a exemplo do requerimento que solicita do MEC a instalação do curso de medicina na UFC de Quixadá.  
       
Na avaliação do presidente do Fórum, vereador Higo Carlos, o encontrou conseguiu atingir os primeiros objetivos. “Foram tirados três pontos que deveremos junto do comitê fazer os devidos acompanhamentos, sendo que o primeiro ficou atribuído as Faculdade Católica, CISNE e IFCE, que adotarão providências na elaboração, estudo e argumentações técnicas que nos assegurem as condições para pré-seleção por parte do MEC, como município apto a sediar o Curso de Medicina. Já o segundo ponto, é enviar ofício coletivo solicitando audiência com o governador Camilo Santana e com o ministro da Educação, Cid Gomes. E o terceiro, foi firmado compromisso e união das lideranças, vereadores (as), vice prefeito, prefeito e deputados presentes, no sentido de garantir total empenho e luta pela implantação do curso de Medicina, na cidade de Quixadá”, disse Higo Carlos.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247