HOME > Geral

Frente Brasil Popular repudia ação policial na sede da Gaviões

A Frente Brasil Popular em São Paulo, que reúne mais de 60 organizações, publicou nesta sexta (1º) nota contrária à atuação de policiais e da Tropa de Choque na sede da torcida organizada da Gaviões, no bairro do Bom Retiro, na cidade de São Paulo; os movimentos sindical e sociais criticam ainda o governo de Geraldo Alckmin (PSDB)

A Frente Brasil Popular em São Paulo, que reúne mais de 60 organizações, publicou nesta sexta (1º) nota contrária à atuação de policiais e da Tropa de Choque na sede da torcida organizada da Gaviões, no bairro do Bom Retiro, na cidade de São Paulo; os movimentos sindical e sociais criticam ainda o governo de Geraldo Alckmin (PSDB) (Foto: Valter Lima)

✅ Receba as notícias do Brasil 247 e da TV 247 no canal do Brasil 247 e na comunidade 247 no WhatsApp.

247 - A Frente Brasil Popular em São Paulo, que reúne mais de 60 organizações, publicou nesta sexta-feira (1º) nota contrária à atuação de policiais e da Tropa de Choque na sede da torcida organizada da Gaviões, no bairro do Bom Retiro, na cidade de São Paulo. Os movimentos sindical e sociais criticam o governo de Geraldo Alckmin (PSDB).

Confira, abaixo, o documento na íntegra.

Menos violência, mais democracia

Nós, representantes de movimentos populares, centrais sindicais e partidos políticos, repudiamos a ação das polícias Militar e Civil na sede da Gaviões, maior torcida organizada do Corinthians, nesta sexta-feira (1º) em São Paulo.

Policiais entraram e revistaram, com ajuda da Tropa de Choque, funcionários e torcedores com a justificativa de busca e apreensão para encontrar artefatos utilizados na agressão contra dois integrantes da diretoria da organizada do Corinthians, no dia 2 de março.

O resultado da invasão foi que os policiais saíram de mãos vazias. Incrível coincidência, a ação policial acontece um dia depois das manifestações na Alesp.

A justificativa parece mais uma típica desculpa da polícia para dar legalidade a atitudes autoritárias e truculentas promovidas por uma polícia comandada pelo governo de Geraldo Alckmin (PSDB), que em muito lembra a época da ditadura.

Não por acaso, a torcida tem questionado a atuação truculenta da PM nos últimos jogos do Corinthians na capital e fizeram ontem (31/3) protesto na Assembleia Legislativa de São Paulo para cobrar a implantação da CPI das Merendas e questionar seu principal envolvido, o presidente da casa, Fernando Capez, deputado pelo PSDB.

Não custa lembrar que os posicionamentos críticos da torcida em situações que afetam a vida da população paulista, como é o caso do desvio de verba da merenda escolar, são atitudes democráticas.

Lutar não é crime!

Frente Brasil Popular SP.
São Paulo, 1º de abril de 2016.

 

iBest: 247 é o melhor canal de política do Brasil no voto popular

Assine o 247, apoie por Pix, inscreva-se na TV 247, no canal Cortes 247 e assista: