Fusão DEM-PTB tem '70% de chance de acontecer'

Deputado federal Paulo Azi (DEM-BA) confirmou hoje que existe uma "probabilidade forte" de acontecer a fusão entre o DEM e o PTB, com chance de 70%; "A probabilidade é forte. Existem aqueles que defendem e os que são contra, mas estamos em um amplo processo de debate. Entendemos que com a fusão, nos tornaríamos o terceiro ou quarto maior partido"; o democrata diz ainda que, caso a fusão aconteça, a postura do partido será de independência; "Claramente, um partido independente e de oposição ao PT"

Deputado federal Paulo Azi (DEM-BA) confirmou hoje que existe uma "probabilidade forte" de acontecer a fusão entre o DEM e o PTB, com chance de 70%; "A probabilidade é forte. Existem aqueles que defendem e os que são contra, mas estamos em um amplo processo de debate. Entendemos que com a fusão, nos tornaríamos o terceiro ou quarto maior partido"; o democrata diz ainda que, caso a fusão aconteça, a postura do partido será de independência; "Claramente, um partido independente e de oposição ao PT"
Deputado federal Paulo Azi (DEM-BA) confirmou hoje que existe uma "probabilidade forte" de acontecer a fusão entre o DEM e o PTB, com chance de 70%; "A probabilidade é forte. Existem aqueles que defendem e os que são contra, mas estamos em um amplo processo de debate. Entendemos que com a fusão, nos tornaríamos o terceiro ou quarto maior partido"; o democrata diz ainda que, caso a fusão aconteça, a postura do partido será de independência; "Claramente, um partido independente e de oposição ao PT" (Foto: Romulo Faro)

Bahia 247 - O deputado federal baiano Paulo Azi (DEM) confirmou hoje (30) que existe uma "probabilidade forte" de acontecer a fusão entre o DEM e o PTB. Em entrevista ao programa Conexão CBN, nesta manhã, o democrata disse que a chance da fusão ser realizada é de 70%.

"Ainda não é algo definitivo, mas a probabilidade é forte. Existem aqueles que defendem e os que são contra, mas estamos em um amplo processo de debate. Entendemos que com a fusão, nos tornaríamos o terceiro ou quarto maior partido".

Azi ainda deixou claro que, caso a fusão aconteça, a postura do partido será de independência. "Claramente, um partido independente e de oposição ao PT", disse. Sobre o debate do ajuste fiscal, o deputado disse que o "país vive um momento muito grave".

"O governo do PT levou a economia brasileira a beira do precipício, e isso atinge todos os setores. Eles agora querem desfazer acordos do passado é transferir a conta do ajuste para sociedade. Não se vê nenhuma ação do governo e por isso se instalou essa insatisfação popular com Dilma", disse o deputado do DEM.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247