Gaguim deixa PMDB e se filia ao Partido da Mulher Brasileira

Deputado federal Carlos Henrique Gaguim deixou o PMDB nessa terça-feira, 24, para se filiar ao recém-criado Partido da Mulher Brasileira (PMB); Gaguim já anunciou ao bloco peemedebista na Câmara Federal e também protocolou sua desfiliação ao PMDB e filiação ao PMB; "Temos projetos futuros e queremos construir um partido forte no Tocantins e no País", afirmou

Deputado federal Carlos Henrique Gaguim deixou o PMDB nessa terça-feira, 24, para se filiar ao recém-criado Partido da Mulher Brasileira (PMB); Gaguim já anunciou ao bloco peemedebista na Câmara Federal e também protocolou sua desfiliação ao PMDB e filiação ao PMB; "Temos projetos futuros e queremos construir um partido forte no Tocantins e no País", afirmou
Deputado federal Carlos Henrique Gaguim deixou o PMDB nessa terça-feira, 24, para se filiar ao recém-criado Partido da Mulher Brasileira (PMB); Gaguim já anunciou ao bloco peemedebista na Câmara Federal e também protocolou sua desfiliação ao PMDB e filiação ao PMB; "Temos projetos futuros e queremos construir um partido forte no Tocantins e no País", afirmou (Foto: Aquiles Lins)

Tocantins 247 - O deputado federal Carlos Henrique Gaguim deixou o PMDB nessa terça-feira, 24, para se filiar ao recém-criado Partido da Mulher Brasileira (PMB). Ele já anunciou ao bloco peemedebista na Câmara Federal e também protocolou sua desfiliação ao PMDB e filiação ao PMB. "Temos projetos futuros e queremos construir um partido forte no Tocantins e no País", afirmou Gaguim.

A nova sigla está recebendo diversos parlamentares, que se aproveitam agora da janela aberta para trocar de legenda, semo risco da infidelidade partidária. Apesar do nome, a legenda está recebendo tanto homens quanto mulheres.

A criação do Partido da Mulher Brasileira (PMB) foi aprovada pelo Plenário do Tribunal Superior Eleitoral por unanimidade no dia 29 de setembro.

Gaguim, que assume a presidência do PMB no Tocantins, avisa que ingressa na legenda de olho da Prefeitura de Palmas em 2016 ou no governo do Estado em 2018. "Mas também está conversando com lideranças expressivas do Tocantins, que vão se somar conosco nessa luta", adiantou o parlamentar.

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247