Gilmar Mendes é o novo relator do recurso contra Miranda no TSE

Ministro Gilmar Mendes é o novo relator do recurso da coligação "A mudança que a gente vê" contra a candidatura de Marcelo Miranda, da coligação "A experiência faz a mudança", no Tribunal Superior Eleitoral; Mendes assumiu depois que o ministro Henrique Neves se declarou suspeito de julgar o caso, por conta do irmão ter atuado como advogado no processo de cassação de Marcelo; e nessa quinta-feira, 4, o Tribunal de Justiça retomou o julgamento da ação da Assembleia Legislativa, que pede a derubada da liminar contra a rejeição das contas de Marcelo; julgamento foi interrompido pela segunda vez, e até o momento está três votos em favor da manutenção da liminar contra dois pela cassação da decisão da juíza Célia Regina; sete magistrados ainda faltam votar

Ministro Gilmar Mendes é o novo relator do recurso da coligação "A mudança que a gente vê" contra a candidatura de Marcelo Miranda, da coligação "A experiência faz a mudança", no Tribunal Superior Eleitoral; Mendes assumiu depois que o ministro Henrique Neves se declarou suspeito de julgar o caso, por conta do irmão ter atuado como advogado no processo de cassação de Marcelo; e nessa quinta-feira, 4, o Tribunal de Justiça retomou o julgamento da ação da Assembleia Legislativa, que pede a derubada da liminar contra a rejeição das contas de Marcelo; julgamento foi interrompido pela segunda vez, e até o momento está três votos em favor da manutenção da liminar contra dois pela cassação da decisão da juíza Célia Regina; sete magistrados ainda faltam votar
Ministro Gilmar Mendes é o novo relator do recurso da coligação "A mudança que a gente vê" contra a candidatura de Marcelo Miranda, da coligação "A experiência faz a mudança", no Tribunal Superior Eleitoral; Mendes assumiu depois que o ministro Henrique Neves se declarou suspeito de julgar o caso, por conta do irmão ter atuado como advogado no processo de cassação de Marcelo; e nessa quinta-feira, 4, o Tribunal de Justiça retomou o julgamento da ação da Assembleia Legislativa, que pede a derubada da liminar contra a rejeição das contas de Marcelo; julgamento foi interrompido pela segunda vez, e até o momento está três votos em favor da manutenção da liminar contra dois pela cassação da decisão da juíza Célia Regina; sete magistrados ainda faltam votar (Foto: Aquiles Lins)

Tocantins 247 - A relatoria do recurso que pede a impugnação do registro de candidatura do candidato a governador Marcelo Miranda, da coligação "A experiência faz a mudança" no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ficou com o ministro Gilmar Mendes, após sorteio. 

O ministro Henrique Neves, relator anterior da matéria, se declarou suspeito de julgar o recurso porque seu irmão atuou como advogado no RCED que resultou na cassação de Marcelo Miranda em 2009.

O recurso da coligação 'A Mudança que a Gente se Vê' questiona a elegibilidade de Marcelo Miranda concedida pelo TRE quando realizado o registro de candidatura.

A coligação governista questiona também a suspensão dos efeitos do Decreto Legislativo pelo Tribunal de Justiça (TJ), e defendem que o candidato Marcelo Miranda está inelegível por ter tido as contas de 2009 rejeitadas pela Assembleia. 

O Pleno do TJ retomou o julgamento da ação da Assembleia Legislativa sobre a suspensão da liminar que rejeitou os efeitos de inelegibilidade a Miranda, concedida pela juiza Célia Regina Regis.

O julgamento foi interrompido pela segunda vez, depois que o desembargador Ronaldo Eurípedes pediu vistas. Até o momento está três votos em favor da manutenção da liminar contra dois pela cassação da decisão da juíza Célia Regina. Ainda faltam votar os sete magistrados.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247