Goianas achadas em grupo traficado para a Espanha

Operação Ninfas, da Polícia Federal, encontra três mulheres de Goiás numa boate espanhola. Brasileiras eram recrutadas com falsas promessas de trabalho mas, ao chegar ao país, eram exploradas. Elas tinham que pagar a dívida contraída para a realização da viagem. Trabalho da PF é realizado em parceria com a polícia da Espanha e estão sendo executados mandados e busca e apreensão em Goiânia e Anápolis

Goianas achadas em grupo traficado para a Espanha
Goianas achadas em grupo traficado para a Espanha

A Redação_ Três goianas foram identificadas como mulheres traficadas em uma boate da Espanha, nesta terça-feira (9/7). Além delas, outras duas brasileiras foram encontradas, sendo uma do Rio de Janeiro e outra do Paraná.

A Polícia Federal vai dar mais informações sobre o caso em entrevista coletiva, nesta quarta-feira (10), às 10h, na sede da Superintendência Regional em Goiânia.

Operação

A ação da Polícia Federal faz parte da Operação Ninfas, deflagrada com o apoio da Polícia Espanhola, que combate uma quadrilha especializada em tráfico de mulheres. A operação policial tem abrangência internacional e foi simultaneamente desencadeada na Espanha - nas províncias de Ourense e Pontevedra – e, no Brasil, no Estado de Goiás e no Distrito Federal.

Estão sendo cumpridos nove mandados de prisão na Espanha, em duas boates para onde brasileiras foram traficadas, além da residência de alguns dos membros do grupo. No Brasil, são cumpridos cinco mandados de busca e apreensão e quatro conduções coercitivas nas cidades de Goiânia e Anápolis (GO) e no Distrito Federal.

A operação teve início após investigações realizadas pelas policiais dos dois países, que permitiram a identificação de uma organização criminosa que atuava no agenciamento de mulheres brasileiras. A maioria delas, de Goiás, para o exercício da prostituição em boates na Espanha.

As brasileiras eram recrutadas com falsas promessas de trabalho mas, ao chegar ao país, eram exploradas. Elas tinham que pagar a dívida contraída para a realização da viagem.

Esta é a segunda grande operação internacional de combate ao tráfico de pessoas desencadeada pela Polícia Federal e pela Polícia da Espanha somente neste ano. Os envolvidos responderão no Brasil pelo crime de tráfico internacional de pessoas para fins de exploração sexual.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247