Goianiense sofre com obras inacabadas

Prefeito Paulo Garcia (PT) tem dificuldades para retomar as construções da passarela do Mutirama e do túnel da Avenida Araguaia, além do projeto Macambira-Anicuns, cujos serviços estão paralisados e fora do cronograma mostrado nas propagandas da prefeitura

Goianiense sofre com obras inacabadas
Goianiense sofre com obras inacabadas
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Goiás 247_ A prefeitura de Goiânia sofre para completar e até mesmo dar início às duas principais obras da gestão Paulo Garcia (PT). O complexo que engloba o Mutirama, a passarela sobre a Marginal Botafogo e o túnel na Avenida Araguaia continua com as obras paralisadas. Num esforço grande após diversas irregularidades, a prefeitura conseguiu terminar o Parque Mutirama, mas alterações estruturais no projeto não foram feitas.

A prefeitura teve até que liberar a Marginal Botafogo após protestos da sociedade, pois a via estava interditada e a obra não andava. O cenário de estagnação da obra contrasta com a propaganda exibida pela prefeitura onde é possível ver todo o projeto pronto. O vídeo (abaixo) está longe de mostrar a realidade, pois o túnel e a plataforma que integra o Mutirama ao bosque estão com as obras paralisadas. 

As irregularidades encontradas nas obras do Mutirama fizeram com que o Ministério do Turismo cancelasse o repasse dos recursos para a prefeitura.

Além do Mutirama, a prefeitura não consegue deslanchar outro projeto grandioso, o Parque Macambira Anicuns. As obras para construção do complexo estão paralisadas desde outubro do ano passado e até hoje não foram retomadas. As obras do Setor 1 eram previstas para serem entregues em dezembro de 2012, mas a empresa que fazia a execução alegou desequilíbrio econômico-financeiro no projeto e parou os serviços.

A situação hoje é de novo bem diferente da mostrada em propaganda (vídeo abaixo) exibida pela prefeitura no ano passado.  O vídeo informa que serão construídas ao longo do parque unidades de saúde e até mesmo escolas e Cmeis. Hoje, nem as obras do Setor 1 estão prontas. 

Quase um ano após realizar a licitação (vídeo abaixo), a prefeitura vai fazer outro processo licitatório para escolher a empresa que realizará as obras. É o que afirma o prefeito Paulo Garcia.

O prefeito afirmou esta semana que a vencedora da primeira licitação suspendeu as obras e solicitou aditivo no subsídio superior aos 25%, previstos em lei. O pedido foi negado e uma nova concorrência será aberta após o recesso de Carnaval.

A previsão de entrega das obras era para outubro de 2014, mas o prazo deve ser revisto afirmou o prefeito. A prefeitura também tem encontrado empecilhos na hora de negociar com moradores as desapropriações e indenizações.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email