Goleiro da Chapecoense faz cirurgia de enxerto de pele

O goleiro da Chapecoense Jackson Follmann foi submetido a uma cirurgia para realização de um enxerto de pele no tornozelo esquerdo; Follmann é um dos seis sobreviventes do acidente aéreo ocorrido no dia 29 de novembro com um avião que levava a Chapecoense à Colômbia, no qual morreram 71 pessoas; Follmann teve parte da perna direita amputada na Colômbia

In this Nov. 23, 2016 photo, Brazil's Chapecoense goalkeeper Follmann, warms up prior to a Copa Sudamericana semifinal soccer match against Argentina's San Lorenzo in Chapeco, Brazil. 
In this Nov. 23, 2016 photo, Brazil's Chapecoense goalkeeper Follmann, warms up prior to a Copa Sudamericana semifinal soccer match against Argentina's San Lorenzo in Chapeco, Brazil.  (Foto: José Barbacena)

Agência Brasil - O goleiro da Chapecoense Jackson Follmann foi submetido a uma cirurgia para realização de um enxerto de pele no tornozelo esquerdo. De acordo com o boletim médico do Hospital da Unimed Chapecó, o procedimento realizado na tarde de terça-feira (10) já estava programado e foi uma complementação do tratamento cirúrgico da lesão no local. A operação transcorreu sem nenhum problema.

Follmann é um dos seis sobreviventes do acidente aéreo ocorrido no dia 29 de novembro com um avião que levava a Chapecoense à Colômbia, no qual morreram 77 pessoas, entre atletas, membros do clube, tripulantes e jornalistas.

O hospital informou também que Follmann está em fase final de tratamento da osteomielite (inflamação causada por infecção bacteriana ou fúngica nos ossos) da perna direita.

“Segue com tratamento fisioterápico, fonoaudiológico e psicológico, com excelente evolução. Tem se mostrado tranquilo e bastante focado no tratamento e na sua reabilitação. Passa os dias na companhia de familiares e recebe visita de amigos mais próximos”, segundo o boletim.

Follmann deve ter alta hospitalar no dia 23 de janeiro.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247