Goleiro Gustavo diz que “perdeu a cabeça”

Um dia depois de atingir com uma voadora o volante Elivlton, jogador pede desculpas

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O goleiro Gustavo, ex-Sport, admitiu que "perdeu a cabeça" ao falar sobre a voadora que ele deu no volante Elivélton, do Vasco da Gama, nesta segunda-feira. “Não sei explicar direito o que realmente aconteceu, perdi a cabeça. Depois, já no hotel, só fui conseguir dormir às 5h30. Tentei algumas vezes pegar no sono, mas sempre vinham as lembranças da besteira que cometi, aquela sensação ruim”. O goleiro afirma que ficou muito preocupado com a situação de Elivélton e que pedia a todo instante que lhe informassem como ele estava. “Graças a Deus não foi nada grave”, concluiu.

Gustavo afirmou também que tinha a intenção de pedir desculpas a Elivélton, porém, pessoalmente. “Estou muito abatido ainda, arrependido mesmo. Não quero pedir desculpas apenas pela imprensa, quero também ter a oportunidade de encontrar pessoalmente com o Elivélton e me desculpar por essa burrada que cometi”. Em seguida, o goleiro diz que pede desculpas ao Brasil inteiro, e às duas famílias.

Sobre sua exclusão no futebol, medida apoiada por alguns torcedores, Gustavo afirma que considera exagero. De acordo com o presidente do Sport, Gustavo Dubeux, o jogador receberá tratamento psicológico, que terá o acompanhamento do clube pernambucano. “Temos de ver o lado do ser humano em uma hora dessas. Vamos prestar uma assistência psicológica para o jogador, independente do seu afastamento do clube”, afirmou Dubeux, no site oficial do Sport.

Confira matéria publicada na segunda-feira:

Uma partida entre os juniores de Vasco e Sport, nesta segunda-feira, pela primeira fase da Taça BH, acabou em pancadaria em Barão de Cocais, cidade localizada a 93 km de Belo Horizonte. O volante Elivelton, do time carioca, deixou o gramado de ambulância, imobilizado, depois de ser agredido pelo goleiro Gustavo, do Sport.

O jogo, válido pela terceira rodada da fase de grupos, estava já nos acréscimos quando teve início a confusão. Tudo começou com uma falta dura de um jogador do Sport, que perdia por 3 a 1, no círculo central. Com o vascaíno no chão, alguns atletas pernambucanos se aproximaram e foram afastados pelos cariocas, dando início a um empurra-empurra, sem agressões.

Até que o goleiro Gustavo, do Sport, atravessou o campo e saltou para acertar uma voadora na nuca de Elivelton, que nem participava do empurra-empurra. O jogador do Vasco caiu imóvel no chão, com uma aparente lesão na coluna. Em seguida, teve início uma série de agressões dos dois lados, que só foi controlada com a presença da polícia.

Elivelton foi imobilizado numa maca e levado ao hospital municipal de Barão de Cocais. A comissão técnica do Sport chegou a pedir desculpas à do Vasco, mas Gustavo deixou o gramado sem querer falar com a imprensa.

A diretoria do Sport agiu rápido e, menos de uma hora depois de o goleiro Gustavo agredir Elivelton, do Vasco, em um jogo da Taça BH, anunciou a demissão do jovem jogador rubro-negro. As duas equipes em Barão de Cocais, no interior de Minas, pela competição de futebol júnior.

A confusão começou já nos acréscimos do jogo, após uma falta dura de um jogador do Sport sobre Romário, do Vasco. Atletas dos dois times começaram um empurra-empurra, então sem agressões. Gustavo atravessou o gramado e pegou Elivelton pelas costas, acertando uma voadora na nuca do vascaíno. O volante carioca deixou o campo de ambulância, imobilizado, com suspeita de traumatismo na coluna cervical.

Pouco depois o Sport anunciou que não conta mais com o goleiro. "Gustavo iniciou uma confusão ao acertar uma voadora em um dos jogadores do clube carioca. Por conta da atitude tão desmedida, o arqueiro foi afastado do clube."

O presidente do Sport, Gustavo Dubeux, mostrou-se chateado e prestou solidariedade: "Quero pedir desculpas ao Vasco da Gama por uma atitude irresponsável do goleiro. Esse tipo de coisa não representa o Sport. Ele já foi afastado da delegação e também do clube. Jogador nenhum do Brasil e muito menos do Sport deveria fazer isso."

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email