Golpe se une em torno de Geraldo Alckmin

Todos os partidos que apoiaram o golpe devem declarar apoio ao presidenciável tucano; o presidente nacional do PP, Ciro Nogueira, acaba de comunicar ao deputado Esperidião Amin que no dia 25 de julho os partidos de direita vão declarar apoio a Geraldo Alckmin, do PSDB; o anúncio terá a participação do PP, DEM, PRB,PR, PTB, entre outras siglas; chapa terá o empresário Josué Alencar, do PR, como vice

Golpe se une em torno de Geraldo Alckmin
Golpe se une em torno de Geraldo Alckmin

247 - Todos os partidos que apoiaram o golpe que tirou do poder a presidente eleita Dilma Rousseff devem anunciar apoio ao presidenciável tucano, Geraldo Alckmin.

O presidente nacional do PP, Ciro Nogueira, comunicou ao deputado Esperidião Amin que o anúncio acontecerá no dia 25 de julho pelos partidos de direita. O anúncio terá a participação do PP, DEM, PRB,PR, PTB, entre outras siglas, segundo informa a Agência Estado.

A chapa do PSDB terá o empresário Josué Alencar, do PR, de vice-presidente. Amin já comunicou o fato novo aos presidentes do PP, Silvio Dreveck, e Marcos Vieira, do PSDB.

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247