Governador anuncia demarcacão do Parque do Cocó

A demarcação dos limites do Parque do Coco é uma luta antiga dos movimentos sociais da área ambiental. O anúncio da demarcação do Parque do Cocó foi feito durante a solenidade de assinatura de um Termo de Cooperação entre o Estado e a Empresa C.Rolim Engenharia, como parte do Programa Ceará Mais Verde e das comemorações dos 40 anos da empresa. Segundo o governador o decreto deverá ser assinado no início de junho. Em 5 de junho é comemorado Dia Mundial do Meio Ambiente, instituído pela ONU em 1972

A demarcação dos limites do Parque do Coco é uma luta antiga dos movimentos sociais da área ambiental. O anúncio da demarcação do Parque do Cocó foi feito durante a solenidade de assinatura de um Termo de Cooperação entre o Estado e a Empresa C.Rolim Engenharia, como parte do Programa Ceará Mais Verde e das comemorações dos 40 anos da empresa. Segundo o governador o decreto deverá ser assinado no início de junho. Em 5 de junho é comemorado Dia Mundial do Meio Ambiente, instituído pela ONU em 1972
A demarcação dos limites do Parque do Coco é uma luta antiga dos movimentos sociais da área ambiental. O anúncio da demarcação do Parque do Cocó foi feito durante a solenidade de assinatura de um Termo de Cooperação entre o Estado e a Empresa C.Rolim Engenharia, como parte do Programa Ceará Mais Verde e das comemorações dos 40 anos da empresa. Segundo o governador o decreto deverá ser assinado no início de junho. Em 5 de junho é comemorado Dia Mundial do Meio Ambiente, instituído pela ONU em 1972 (Foto: Fatima 247)

Ceará 247 - O governador Camilo Santana anunciou ontem que deve finalmente assinar, no mês de junho, o decreto que regulamenta o Parque do Cocó. Em 5 de junho é comemorado Dia Mundial do Meio Ambiente, instituído pela ONU em 1972. No início do seu mandato, Camilo Santana havia definido a regulamentação como "prioridade". A área do parque é constantemente ameaçada pela especulação imobiliária e já registrou vários incêndios que estão sendo investigados pela Secretaria Estadual do Meio Ambiente (SEMA). No início da gestão de Camilo foi criado o FÓRUM PERMANENTE PELA IMPLANTAÇÃO DO “PARQUE ECOLÓGICO DO COCÓ”, uma inciativa do Ministério Público do Ceará e composto por instituições públicas e privadas, associações, ONGs e universidades.

Segundo o governador, deverá ser firmado, com outras instituições governamentais e com a sociedade civil, um Pacto pelo Cocó. "Abrimos diálogo com a Prefeitura de Fortaleza, a iniciativa privada, os movimentos sociais e a Secretaria de Patrimônio da União para a confirmação de um Pacto pelo Cocó que vai também salvar o Rio Cocó da degradação e vamos precisar de muitas parcerias para viabilizar este Parque, que será um dos maiores do mundo", afirmou.

O anúncio da demarcação do Parque do Cocó foi feito durante a solenidade de assinatura de um Termo de Cooperação entre o Estado, através da Sema, e a Empresa C.Rolim Engenharia, como parte do Programa Ceará Mais Verde, que tem como meta o plantio, nos próximos quatro anos, de mais de 70 mil árvores. Destas, 40 mil serão doadas pelo Grupo C.Rolim, como parte das comemorações dos 40 anos da empresa. Em seu discurso o governador também destacou a parceria com a empresa C.Rolim Engenharia. "Com esta iniciativa, nós vamos recuperar as áreas degradadas do Cocó chamando também a iniciativa privada para esta responsabilidade, esta parceria com a C.Rolim Engenharia é importante porque ela doa essas 40 mil mudas para o maior patrimônio ambiental de Fortaleza. Uma contribuição social, ambiental e um presente para a cidade".

Acompanhado do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, do secretário do Meio Ambiente, Artur Bruno, e do presidente da C.Rolim Engenharia, Pio Rodrigues, o governador Camilo Santana fez o plantio simbólico das primeiras mudas. Durante o evento, foram distribuídas 500 mudas para as pessoas que estavam no Parque. 

 

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247