Governo alagoano é o 7º pior do país

O governo de Alagoas está entre os 10 piores do país, segundo o resultado da pesquisa CNI/Ibope, divulgada nesta sexta-feira (13). O levantamento coloca a gestão de Teotonio Vilela Filho como sétima mais reprovada pela população entre os 26 estados e o Distrito Federal, com 24% de aprovação.

O governo de Alagoas está entre os 10 piores do país, segundo o resultado da pesquisa CNI/Ibope, divulgada nesta sexta-feira (13). O levantamento coloca a gestão de Teotonio Vilela Filho como sétima mais reprovada pela população entre os 26 estados e o Distrito Federal, com 24% de aprovação.
O governo de Alagoas está entre os 10 piores do país, segundo o resultado da pesquisa CNI/Ibope, divulgada nesta sexta-feira (13). O levantamento coloca a gestão de Teotonio Vilela Filho como sétima mais reprovada pela população entre os 26 estados e o Distrito Federal, com 24% de aprovação. (Foto: Voney Malta)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Alagoas247 - Na última colocação ficou o Rio Grande do Norte, governado por Rosalba Ciarlini Rosado (DEM), com apenas 7% de aprovação, seguido pelo Distrito Federal, com Agnelo Queiroz, que recebeu apenas 9% de satisfação dos entrevistados.

Sérgio Cabral (PMDB), governador do Rio de Janeiro, ficou com 18% e é o terceiro com a pior avaliação, empatado com o governador do Amapá, Camilo Capiberibe (PSB).

Já na melhor colocação do país está Omar Aziz (PSD), governador do Amazonas, que recebeu 74% de aprovação. Em segundo lugar está Eduardo Campos (PSB), governador de Pernambuco, com 58%. Na sequência aparece o gestor do Acre, Tião Viana (PT), com 55%.

Pesquisa

A pesquisa realizada pelo Ibope foi encomendada pela CNI (Confederação Nacional da Indústria), entre os dias 23 de novembro e 2 de dezembro. Foram ouvidas 15.414 pessoas com mais de 16 anos de idade, em 727 municípios de todo país.

A margem de erro é de dois pontos percentuais, para mais ou para menos. Como não há periodicidade de avaliação dos governadores, não é possível estabelecer uma comparação que permita mensurar a queda (ou crescimento) na popularidade deles.

Com gazetaweb.com

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247