Governo cria Gabinete para apoiar vítimas das chuvas

O governo de Alagoas publicou decreto que institui e regulamenta o Gabinete de Crise da Situação de Emergência, que vai acompanhar e dar assistência à população dos municípios afetados pelas fortes chuvas; caberá ao Gabinete levantar de dados, emitir relatórios, apresentar conclusões e propor medidas corretivas e emergenciais; também terá como meta definir ações, estabelecer prioridades, monitorar o atendimento às vítimas e fazer o acompanhamento das ações de assistência

O governo de Alagoas publicou decreto que institui e regulamenta o Gabinete de Crise da Situação de Emergência, que vai acompanhar e dar assistência à população dos municípios afetados pelas fortes chuvas; caberá ao Gabinete levantar de dados, emitir relatórios, apresentar conclusões e propor medidas corretivas e emergenciais; também terá como meta definir ações, estabelecer prioridades, monitorar o atendimento às vítimas e fazer o acompanhamento das ações de assistência
O governo de Alagoas publicou decreto que institui e regulamenta o Gabinete de Crise da Situação de Emergência, que vai acompanhar e dar assistência à população dos municípios afetados pelas fortes chuvas; caberá ao Gabinete levantar de dados, emitir relatórios, apresentar conclusões e propor medidas corretivas e emergenciais; também terá como meta definir ações, estabelecer prioridades, monitorar o atendimento às vítimas e fazer o acompanhamento das ações de assistência (Foto: Voney Malta)

Alagoas 247 - O governador Renan Filho (PMDB) publicou na edição desta terça-feira (6) do Diário Oficial um decreto que institui e regulamenta o Gabinete de Crise da Situação de Emergência, que vai acompanhar e dar assistência à população dos municípios afetados pelas fortes chuvas que caíram no estado nas últimas semanas.

Caberá ao Gabinete de Crise fazer o levantamento de dados, emitir relatórios, apresentar conclusões e propor medidas corretivas e emergenciais. Também caberá ao grupo definir ações, estabelecer prioridades e monitorar o atendimento às vítimas. Por fim, o Gabinete fará o acompanhamento das ações de assistência.

Serão beneficiadas pelas ações do comitê as populações das cidades de Atalaia, Barra de Santo Antônio, Cajueiro, Capela, Chã Preta, Colônia Leopoldina, Coruripe, Coqueiro Seco, Igreja Nova, Japaratinga, Joaquim Gomes, Maceió, Marechal Deodoro, Murici, Paulo Jacinto, Paripueira, Pilar, Quebrangulo, Rio Largo, Satuba, São Luiz do Quitunde, São Miguel dos Campos, Santa Luzia do Norte, Jacuípe, Jundiá, Viçosa e União dos Palmares.

O Gabinete será coordenado pela Defesa Civil Estadual, mas terá a participação das secretarias de estado da Assistência e Desenvolvimento Social, da Infraestrutura, do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, da Saúde, da Segurança Pública, do Transporte e Desenvolvimento Urbano, da Agência de Modernização da Gestão de Processos, além do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA).

Conforme a publicação, ao final dos trabalhos, o Gabinete de Crise da Situação de Emergência encaminhará um relatório ao governador Renan Filho, à Secretaria do Gabinete Civil e à Controladoria Geral do Estado.

Com gazetaweb.com

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247