Governo decreta situação de emergência

Por conta da seca, o Governo de Alagoas decretou situação de emergência em 38 municípios após constatação técnica feita pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec); a falta de chuvas tem causado perdas na agricultura e pecuária, comprometimento dos reservatórios hídricos, entre outros graves problemas

Por conta da seca, o Governo de Alagoas decretou situação de emergência em 38 municípios após constatação técnica feita pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec); a falta de chuvas tem causado perdas na agricultura e pecuária, comprometimento dos reservatórios hídricos, entre outros graves problemas
Por conta da seca, o Governo de Alagoas decretou situação de emergência em 38 municípios após constatação técnica feita pela Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec); a falta de chuvas tem causado perdas na agricultura e pecuária, comprometimento dos reservatórios hídricos, entre outros graves problemas (Foto: Voney Malta)

Alagoas247 - O Governo do Estado declarou situação de emergência por conta da seca em 38 municípios alagoanos. O decreto, publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (25), considera os impactos decorrentes das perdas significativas na agricultura e agropecuária da região, além do comprometimento dos reservatórios hídricos, o que dificulta o abastecimento de água para consumo humano e animal. 

Também foi considerado o fato de os habitantes dos municípios afetados não terem superado os danos e prejuízos provocados pelo evento adverso, tendo em vista a situação socioeconômica desfavorável da região e o agravamento da situação em virtude da falta de chuvas, o que exige, por parte do poder público, a adoção de medidas urgentes. 

A situação de emergência nos 38 municípios foi constatada por meio de parecer técnico da Coordenadoria Estadual de Defesa Civil de Alagoas (Cedec). 

De acordo com o decreto, há pelo menos 180 dias não chove nos municípios de Água Branca, Arapiraca, Batalha, Belo Monte, Cacimbinhas, Canapi, Carneiros, Craíbas, Coité do Nóia, Delmiro Gouveia, Dois Riachos, Estrela de Alagoas, Girau do Ponciano, Inhapi, Igaci, Jacaré dos Homens, Jaramataia, Lagoa da Canoa, Major Izidoro, Maravilha, Mata Grande, Minador do Negrão, Monteirópolis, Olho D’Água das Flores, Olho D’Água do Casado, Olivença, Ouro Branco, Palestina, Palmeira dos Índios, Pão de Açúcar, Pariconha, Piranhas, Poço das Trincheiras, Quebrangulo, Santana do Ipanema, São José da Tapera, Senador Rui Palmeira e Traipu. 

A partir do reconhecimento oficial da situação de emergência, os órgãos estaduais localizados nas áreas atingidas adotarão as medidas necessárias para o combate aos problemas constatados. O decreto foi assinado pelo governador Renan Filho (PMDB).

Com gazetaweb.com

Conheça a TV 247

Mais de Geral

Ao vivo na TV 247 Youtube 247