Governo e base "afinam a viola", diz o líder

Para o líder do Governo na Câmara Federal, deputado José Guimarães, a reunião de hoje, pela manhã, com a base aliada serviu para “afinar a viola entre o Executivo e o Legislativo”. O ministro Pepe Vargas participou do encontro e agradeceu o apoio aos vetos presidenciais apreciados ontem, em especial sobre o Imposto de Renda

Para o líder do Governo na Câmara Federal, deputado José Guimarães, a reunião de hoje, pela manhã, com a base aliada serviu para “afinar a viola entre o Executivo e o Legislativo”. O ministro Pepe Vargas participou do encontro e agradeceu o apoio aos vetos presidenciais apreciados ontem, em especial sobre o Imposto de Renda
Para o líder do Governo na Câmara Federal, deputado José Guimarães, a reunião de hoje, pela manhã, com a base aliada serviu para “afinar a viola entre o Executivo e o Legislativo”. O ministro Pepe Vargas participou do encontro e agradeceu o apoio aos vetos presidenciais apreciados ontem, em especial sobre o Imposto de Renda (Foto: Fatima 247)

 Café da manhã que reuniu todos os líderes dos partidos aliados à presidenta Dilma Rousseff, na Câmara dos Deputados, serviu para “afinar a viola entre o Executivo e o Legislativo”, na avaliação do líder do governo, José Guimarães (PT-CE). Entre os participantes, o ministro das Relações Institucionais, Pepe Vargas, fez questão de ressaltar a importância de o “governo e os partidos se reunirem para nivelar as informações que estão em debate no Congresso Nacional”. O líder do PSD, Rogério Rosso (DF), foi o anfitrião do encontro em sua residência em Brasília, nesta quinta-feira 12.

Pepe Vargas agradeceu e parabenizou a base aliada que nesta quinta-feira (11/3) manteve todos os vetos presidenciais apreciados pelo Congresso. Fez referência especial ao do Imposto de Renda. “A proposta que o governo apresentou foi a da progressividade nas faixas do IR, fazendo justiça”, explicou o ministro. Assim, quem ganha salários mais baixos, pagará menos imposto; quem recebe mais, terá descontos maiores.

Guimarães frisou que os encontros entre os líderes e o governo serão frequentes. “Teremos diálogo permanente com o executivo, principalmente na construção de uma agenda positiva com o Legislativo, contando com a presença de ministros”, revelou. O deputado federal voltou a reforçar a nova fase de articulação política na Câmara. 

“Agradecemos aos líderes pelas nossas vitórias alcançadas: de diálogo, de construção política, dessa nova concertação política que estamos fazendo”. Para o petista, existe disposição dos aliados em avançar no diálogo com vistas à aprovação de medidas que são essenciais para o crescimento econômico no país.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247